Publicidade
Publicidade

Um dos pivôs dos escândalos de corrupção investigados pela Operação Lava Jato [VIDEO], o ex-presidente da empreteira #Odebrecht, Marcelo Odebrecht [VIDEO], chegou nesta terça-feira, dia 19, a São Paulo, onde passará a cumprir prisão domiciliar após passar dois anos e meio detido em Curitiba.

Depois de deixar a carceragem da Polícia Federal [VIDEO](PF) na capital paranaense ainda na manhã desta terça-feira, Marcelo foi levado para a Sede da Justiça Federal, onde colocou uma tornozeleira eletrônica que deverá monitorar seus passos durante os próximos sete anos e meio.

Segundo informações do portal G1, da TV Globo, #Marcelo Odebrecht deixou Curitiba por volta das 12h40, seguindo para São Paulo em um avião particular.

Publicidade

Após aterrisar em Jundiaí, no interior do estado, o empresário foi levado para sua casa, na região do Morumbi, por volta das 15h.

Considerado um dos principais responsáveis esquema de corrupção que chacoalhou a política brasileira, Marcelo Odebrecht foi condenado a 31 anos e 6 meses de prisão, além de ser obrigado a pagar uma multa superior a R$ 73 milhões.

O executivo poderá cumprir uma pena reduzida em prisão domiciliar após ter fechado acordo de delação premiada com a Procuradoria-Geral da República (PGR). Segundo o acerto da delação, Marcelo Odebrecht deve cumprir uma pena de 10 anos recluso, incluindo o tempo já cumprido em regime fechado em Curitiba. #Lava Jato