O #Carnaval brasiliense teve um resultado bastante animador este ano. Depois de ter sido ameaçado de ser cancelado por falta de verbas públicas o carnaval surpreendeu. Com o cancelamento do desfile das escolas de samba de Brasília, o carnaval de rua foi destaque que levou quase um milhão de pessoas para as ruas da capital federal.

Blocos já consagrados como o Galinho de Brasília, Pacotão, Mamãe Taguá, Raparigueiros juntamente com os blocos mais recentes, tais como, Babydoll de Nylon, Concentra mais não sai, Aparelhinho, entre outros, fizeram a alegria dos brasilienses que não saíram da cidade. Os blocos tiveram um repertório reduzido em relação ao ano passado, fazendo menos apresentações.

Este ano também não houve o tradicional Gran Folia que era o ponto de encontro de muitos blocos. O carnaval contou com o apoio financeiro da iniciativa privada já que devido à #Crise financeira o GDF (Governo do Distrito Federal) não pode refazer o repasse de mais de seis milhões para as escolas de samba e blocos de rua. O repasse tinha sido autorizado pelo governador não-reeleito Agnelo Queiroz (PT). As escolas de samba até propuseram adiar o carnaval para Abril para evitar que tudo que havia sido preparado no ano anterior fosse perdido - pedido que não foi aceito pelo governador Rollemberg (PSB). A população aprovou a medida, já que sem orçamento não seria possível adquirir mais dívidas.

Apesar do baixo orçamento, o policiamento foi reforçado com cerca de 7 mil policias e 500 viaturas, o que diminuiu a incidência de crimes, aumentou o número de flagrantes de motoristas dirigindo alcoolizados e também o número da apreensão de drogas. Outro número que subiu foi o de adolescentes que passaram do ponto e tiveram que ser atendidos pelo SAMU. O carnaval, que não tinha muito prestígio entre os foliões, mostrou-se uma alternativa para curtir a folia sem sair de casa. E o melhor de tudo é que não houve gasto de dinheiro público, mostrando que é possível se divertir gastando muito pouco. Foram muitos os dias de folia. Brasília mostrou que é possível fazer um carnaval bom e barato. No enredo do brasiliense não faltou criatividade. #Entretenimento