Uma pesquisa recente publicada pela Fecomércio-RJ aponta que mais da metade dos entrevistados não fez nenhuma atividade cultural no ano passado. Os pesquisadores afirmam que os preços de diversos eventos culturais se torna um empecilho, aliado a atual situação do País. Porém, muitas cidades oferecem eventos de graça ou com preços acessíveis, principalmente as capitais brasileiras como Brasília.

No mês de maio, a programação da capital será bem movimentada. O Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) oferece a comunidade brasiliense diversas atividades culturais. Entre os dias 21 de maio a 21 de junho, a atriz Deborah Evelyn estará em cartaz com a peça A Hora Amarela que retrata os valores da sociedade de forma exagerada.

Publicidade
Publicidade

Ellen, a personagem interpretada por Deborah, está presa em seu apartamento em um cenário de guerra e espera reencontrar seu marido, porém, antesm tem que lutar pela própria sobrevivência. A peça terá apresentações de quinta a domingo e o ingresso custa R$10 a inteira.

A Embaixada da Colômbia traz para o CCBB o músico Edmar Castañeda em apresentação gratuita no dia 27 de maio. Castañeda é reconhecido mundialmente pela sua habilidade com a harpa e capacidade de produzir melodias misturando o jazz latino com diversos estilos musicais.

A partir do dia 9, a exposição "Chão de Flores" levará 56 fotos que retratam as moradias do entorno da Capital Federal, mostrando a convivência da estética popular com os traços modernos da Capital. A exposição também terá uma oficina de fotografia com o celular.

Publicidade

Já a partir do dia 13, a Embaixada da Argentina trará 52 obras de León Ferrari, direto do acervo do Museu de #Arte Contemporânea de São Paulo. León, que viveu muitos anos no Brasil, traz nas suas obras sua ideologia frente a alienação da sociedade contemporânea de uma maneira irônica.

O 20º Festival Internacional de Documentários começa no dia 27 de maio e tem entrada franca. O festival é dedicado as produções de documentários nacionais e internacionais que não estão presentes no circuito comercial. O destaque é para o filme É tudo verdade, baseado em uma produção inacabada de Orson Welles e será exibida no último dia do festival, primeiro de junho. O CCBB oferece transporte gratuito que sai de diversos pontos da capital. #Dicas