Do Palácio do Planalto, em Brasília, a presidente da República #Dilma Rousseff (PT) defendeu na manhã de ontem, segunda-feira, dia 07 de dezembro, a realização de uma verdadeira “guerra” no país contra a proliferação do Zika vírus, causado pelo mosquito Aedes aegypit, responsável também pela dengue e pela chikungunya.

O Zika está sendo apontado pelo Ministério da Saúde como o responsável pelo surto de microcefalia no Brasil, sobretudo, no Nordeste, região mais afetada. Em nota, Dilma garantiu que o #Governo Federal não poupará esforços para combater o vírus, e, consequentemente, o avanço da microcefalia no país.

A presidente da República chega na manhã desta terça-feira, dia 08 de dezembro, à capital de Pernambuco, Recife, para acompanhar mais de perto o grave problema de microcefalia que já assola o estado, que tem, até o momento, mais casos da #Doença registrados no Brasil.

Publicidade
Publicidade

Segundo fala da própria presidente Dilma Rousseff, em Recife será lançado o primeiro teste do plano de ação criado pelo Governo para combater o Aedes e o Zika. Em meio à ameaça de impeachment, Dilma terá mais esta dura “guerra” para enfrentar nos próximos meses.