Pedro Felipe Machado, de 22 anos, foi vítima de uma tentativa de latrocínio – roubo seguido de morte – nesta segunda-feira (7), no Shopping Quê em Águas Claras, Brasília.

Os ladrões estavam armados e dispararam no mínimo quatro vezes contra Pedro, um dos tiros atingiu o rapaz de raspão na cabeça, ele foi atendido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e encaminhado para o Hospital Regional de Taguatinga (HRT) devido à gravidade do caso. O #Crime aconteceu por volta das 22h.

O jovem passa bem, depois de receber alta hospitalar. Ele registrou ocorrência do caso nesta terça-feira (8), na 21ª Delegacia de Polícia (Taguatinga), onde também prestou depoimento.

Publicidade
Publicidade

Pedro Felipe Machado relatou que foi abordado por dois homens, um deles armado, que tentaram levar seu carro – um Ford New Fiesta azul - que estava estacionado próximo a uma lanchonete de uma rede de fast-food, na Avenida Castanheiras.

Ele resistiu, e gritou com os criminosos para que não levassem o veículo. Nervoso, o bandido armado teria disparado várias vezes contra o rapaz, e, em seguida, a dupla de assaltantes conseguiu fugir com o carro. Houve confusão e correria do lado de fora do estabelecimento, as pessoas entraram em pânico.

Há também uma universidade próxima ao local, onde estudam vários jovens, que ainda não atingiram a maioridade. A notícia do assalto deixou os pais de vários destes alunos bastante preocupados. A Polícia Civil do DF investiga o caso.

Além do depoimento de Pedro Felipe Machado, a polícia teve acesso às imagens de segurança da lanchonete e do shopping, no entanto, os suspeitos do crime ainda não foram identificados.

Publicidade

A vizinhança está em alerta e transtornada, à mercê da marginalidade pela falta de segurança. 

Nos últimos meses, no bairro de Águas Claras, em Brasília (DF), têm sido registrados cerca de cinco casos de roubou ou furto por semana, sendo a grande maioria à mão armada. O bairro é considerado de classe média alta, e, aparentemente, tem sido "um prato cheio" para os assaltantes. Infelizmente, o aumento diário da criminalidade ocorre em todo o país. #Violência #Casos de polícia