A chuva intensa castigou e fez muitos estragos na Capital Federal na última semana, e não deu sossego aos brasilienses. Na última sexta-feira(22) , uma das tesourinhas da cidade virou uma cachoeira, além disso carros foram arrastados pela correnteza e um restaurante foi inundado pela água da chuva.

A chuva trouxe problemas não só para Brasilia, em Brazlândia cidade satélite  um garoto de 13 anos morreu na lagoa Veredinha , ele ficou preso no local onde a água passava . De acordo com o corpo de bombeiros, o garoto brincava com o primo na área de lazer da lagoa que fica próximo ao centro da cidade. O corpo de bombeiros informou também que o corpo do jovem foi encontrado a 10 metros do local onde ele estava com o primo. 

Por conta da chuva a companhia de água do Distrito Federal, Caesb, interrompeu o fornecimento de água para cinco regiões da cidade depois que a chuva fez com que a água ficasse impura para uso na estação de tratamento Rio Descoberto.

Publicidade
Publicidade

Cerca de 200 mil pessoas foram afetadas com essa medida, algumas cidades satélites estavam nessa lista, entre elas Ceilândia, Taguatinga, Samambaia, Riacho Fundo 1 e Recanto das Emas. A Caesb informou que a forte chuva movimentou o fundo do rio fazendo com que algumas partículas se soltassem no fundo. Com isso a companhia diminuiu o bombeamento da estação em 50%. 

Neste mês de janeiro choveu no Distrito Federal mais do que a média prevista para o mês todo, em 21 dias choveu 25% a mais. De acordo com informações do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) , foram registrados 310 mm de chuva na Capital do país apenas no início de 2016. A média prevista para o mês era de 247,4 mm. A forte chuva vem devastando não só o Distrito Federal , mas várias partes do país. Um dos maiores problemas enfrentados é o transbordamento dos rios que vem deixando muitas famílias desabrigadas, como o caso dos moradores da Vila Cauhy região do Núcleo Bandeirante cidade satélite de Brasília, onde 60 casas foram invadidas pela água do córrego que transbordou.

Publicidade

O governo do Distrito Federal informou que irá dar uma bolsa emergencial no valor de R$ 408 reais para as famílias afetadas além de colchões e sextas básicas. #Chuvas Torrenciais