Nesta quinta-feira, 12, os brasileiros acordaram governados por um novo presidente. O até então vice, Michel Temer, passou a ser chamado de presidente em exercício, enquanto Dima Rousseff vira a afastada depois de ter perdido com grande margem de votos no Senado Federal. Com necessidade de 40 votos para que houvesse o afastamento da líder petista, a oposição conseguiu 55 e agora passa a ser posição. Em meio a um turbilhão de emoções, todo mundo quer saber a opinião de #Michel Temer e seus novos ministros sobre diversos assuntos. Um deles é sobre os programas sociais. Temer garantiu em seu pronunciamento de posse que vai manter a maioria deles, citando o 'Minha Casa, Minha Vida' e o 'Bolsa Família'.

Publicidade
Publicidade

Esse último, no entanto, pode passar por mudanças. Pelo menos é o que pensa Osmar Terra, do PMDB do Rio Grande do Sul e que agora é Ministro do Desenvolvimento Social e Agrário. Para ele, o 'Bolsa Família' necessita de uma nova avaliação do governo federal. Ele acusou a presidente afastada #Dilma Rousseff de ter mentido para a população do país, dizendo que no fundo a pobreza não diminuiu na forma e força com que ela disse.

Ele acredita que muita gente recebe o benefício do Bolsa Família sem necessidade e que é preciso avaliar isso, pois o melhor são os brasileiros conseguirem outras formas de renda. "O Bolsa Família não pode ser uma proposta de vida — analisou Terra, que tem um nome que até remete um pouco a seu novo ministério. Sobre as mentiras causadas

Segundo ele, Dilma mentiu sobre a redução de pobreza.

Publicidade

Ele questionou, por exemplo, o fato da mesma então líder governamental dizer que o país tem menos de 10% de pobres, mas ao mesmo tempo 50 milhões de brasileiros são beneficiadas pelo programa social, o que elevaria a taxa para 25%. "50 milhões de pessoas precisando do Bolsa Família?", voltou ele a argumentar sobre os problemas que não eram colocados da maneira como deveriam ser. "Temos de explicar por que tem tanta gente. Eu acho que ela mentiu", concluiu o novo Ministro de um novo governo que ainda está só começando.  #Impeachment