O primeiro fim de semana de semana de Dilma Rousseff longe da presidência do Brasil foi em Porto Alegre, onde ficou junto à família e até foi flagrada dando umas pedaladas por lá. A intenção de Dilma é ficar na capital gaúcha descansando e fazer alguns contatos com movimentos sociais que a apoiam por lá. Ela chegou à cidade na noite de sexta-feira (13) e foi para o seu apartamento, localizado na zona sul de Poa. Ela deverá aproveitar o tempo para curtir mais sua filha Paula e também os netos, Gabriel de 5 anos e Guilherme, que nasceu no início deste ano.

Na manhã deste sábado (14), a petista saiu de bicicleta logo pela manhã para fazer o que gostava em Brasília, que é pedalar bem cedo.

Publicidade
Publicidade

Logo, às 7:15 da manhã ela saiu com sua bike e só retornou por volta das 8 horas. Dilma pedalou pela orla do Guaíba e o tempo todo esteve acompanhada de seus seguranças.

Dilma Rousseff está aguardando o julgamento referente ao seu processo de #Impeachment, que acontecerá no Senado. Até lá, sua residência oficial continua sendo o Palácio da Alvorada, mas ela preferiu ficar longe de Brasília nestes dias, se afastando de tudo e de todos, estando próxima apenas de sua família.

Mas a presidente afastada não deve demorar muito em Porto Alegre, pois há planos de viajar pelo Brasil inteiro e ir até a alguns países, onde irá discursar a favor da continuidade de seu mandato. Entretanto, a agenda não será totalmente tomada pelas viagens e ela deverá fazer novas visitas a Porto Alegre, ficando mais por lá do que em Brasília.

Publicidade

Na capital gaúcha, Dilma também deverá fazer algumas visitas ao ex-marido, o advogado Carlos Araújo, com o qual ela mantém forte amizade e o considera como sendo um "conselheiro informal".

E é em Poa que Dilma conta com o apoio dos movimentos sociais e em entrevista recente a uma rádio local recebeu flores e o apoio de muitos simpatizantes, mostrando que por lá ela encontrará sempre o acolhimento de muitos.

E entre um compromisso e outro, sempre que estiver em Porto Alegre, aproveitará para dar mais algumas pedaladas. #Dilma Rousseff #Crise-de-governo