'Ordem e Progresso' - a frase é conhecida por conta da bandeira nacional do Brasil - 'Ordem e Progresso' é o novo lema do governo do presidente em exercício Michel Temer. Com um Globo em cima da palavra Brasil, o slogan causou curiosidade em muita gente. Nesta segunda-feira, 16, a 'Folha de São Paulo' contou um pouco dos segredos da escolha da logomarca. O maior deles é de que o principal responsável pela opinião final sobre o que deveria ser levado aos brasileiros é o filho mais novo de #Michel Temer, Michelzinho, de apenas sete anos. A revelação foi confirmada pelo publicitário Elsinho Mouco. Ao entrar na sala do pai, ele viu a logo e se apaixonou, dizendo um "que lindo" emocionado, coisa de criança.

Publicidade
Publicidade

Por conta da genuína emoção, a equipe não teve dúvida da escolha e o slogan mais a arte que conhecemos acabou sendo a grande vencedora.

Neste domingo, 15, Michel Temer deu sua primeira entrevista à televisão brasileira desde o afastamento da petista Dilma. Ele também falou sobre o filho e a esposa, Marcela, de 32 anos. De acordo com o líder político, a família só irá morar com ele em Brasília, caso a condição de presidente interino tenha fim. Isso, caso aconteça, tem até prazo - no máximo 180 dias - quando será votada a deposição da companheira política do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O peemedebista atualmente se divide entre a capital brasileira e a cidade de São Paulo, onde a família mora. Ele tem planos para que Marcela tenha função no governo. Advogada, ela deve cuidar do social.

Publicidade

"É capacitada", respondeu ele à jornalista Sonia Bridi no 'Fantástico'. 

Sobre o fato de poder ser impopular, o político confessou que não tem como objetivo se reeleger. Aos 75 anos, ele diz estar pronto para criar medidas necessárias, mesmo que impopulares e o fato de não pensar em eleição o ajuda a fazer isso. Uma das discussões polêmicas já começa nessa semana, quando ele se reúne com centrais sindicais para discutir a reforma da previdência, um tema que vem se arrastando nos últimos anos. #Dilma Rousseff #Impeachment