O ex-corredor premiado de Fórmula 1, Michael Schumacher, que está em coma há 2 anos, tem perdido uma receita anual de R$ 16 milhões de reais. 

O heptacampeão mundial que foi desacreditado por alguns médicos, perdeu dois investidores que ainda creditavam valores na imagem de Michael. Isso porque as empresas Jet Set e Navybot, ambas do setor da moda, romperam as relações comerciais que tinham com o atleta, informaram jornais ingleses.

Para que não lembra, Schumacher teve inúmeros ferimentos com intensa gravidade na cabeça, depois de sofrer uma queda nos Alpes Franceses. Michael estava de férias com a família e esquiava no momento do acidente que aconteceu no mês de dezembro de 2013. 

Tratamento de Schumacher continuará, garante Mercedes

O contrato de Schumacher será mantido pela Mercedes, mesmo depois de tanto tempo internado.

Publicidade
Publicidade

A empresa DVAG, responsável por gerir bens, também manterá o contrato que possui com Michael. 

Schumacher que recentemente foi transferido do Hospital de Vaud para sua residência na Gland (Suiça), continuará recebendo todos os cuidados médicos, mesmo tendo saído de Lausanne.

Família mantêm esperança

A família de Schumacher continua esperançosa.

Sua esposa já desembolsou cerca R$ 50 milhões de reais para que o marido continue recebendo o melhor tratamento possível. O alemão que é considerado o maior corredor de Fórmula 1 renovou as esperanças dos familiares quando pode ser transferido para casa. Para sua esposa, que declarou recentemente que a "esperança é a última que morre", foi uma grande vitória.

Para realizar a transferência do hospital para casa, a mulher de Schumacher gastou R$ 40 milhões, para realizar todas as adaptações possíveis e tornar a casa apta para manter o alemão vivo e confortável. Um dos quartos da mansão de Michael foi transformado numa Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Publicidade

Para manter Schumacher, são gastos mensalmente cerca de R$ 1,5 milhão. Dentre os gastos, estão inclusos massagens para ativar os músculos diariamente, enfermeiras plantonistas e médicos. Uma equipe de 15 pessoas cuida de Schumacher, que está pesando apenas 44 kg. #Famosos #Automobilismo #É Manchete!