Aplicativo mostra preços dos postos e de roteiros de viagem

GasBuddy é uma rede de postos, presente nos Estados Unidos, que mostra os preços de combustível tanto na internet, como disponibiliza um aplicativo para celular ou tablet que indica o preço do líquido nos postos de sua rede e da concorrência em um mapa. O app indica também como chegar ao local mais próximo, além de mostrar o custo de um roteiro de viagem e os valores médios da #Gasolina ao longo do tempo.

O cálculo do custo de viagem é super interessante e pode ajudar a programar um carro de aluguel nos Estados Unidos, por exemplo, de Boston/MA a Sioux Falls/SD, ida e volta.

Publicidade
Publicidade

Nesta simulação, o custo seria de US$ 130.33 para percorrer 5.027 Km, gastando 302 litros em um automóvel Cruze 1.4 automático da Chevrolet.

O fato de poder escolher um tipo de carro padrão e uma possível rota favorita ajudam a posicionar em quais postos e com quais preços a viagem tem que ser feita. Entretanto, cuidado com a manutenção do carro, pois o consumo padrão adotado pode ser equalizado e corrigido se for percebido que a chegada no primeiro posto onde ainda há muito movimento consumiu mais do que o do roteiro.

Outros aplicativos concorrem

O aplicativo não é inédito, pois existem outros aplicativos semelhantes, tais como Gas Guru, Fuel Buddy, Find Cheap Gas, MapQuest Gas Prices, só para citar alguns. O interessante é que não há um equivalente no Brasil. Redes de combustível como Ipiranga, Shell e Petrobrás poderiam fornecer as informações diariamente, atualizando a base de dados e permitindo um melhor controle de gastos com combustível, principalmente em um ano de muitos aumentos e desemprego.

Publicidade

As montadoras também poderiam fornecer números mais precisos de consumo para cada modelo de carro, considerando a marca e o ano, além de manter um gráfico temporal com o preço do combustível em reais e em dólar.

Um 'best-seller' americano

Esse aplicativo teve mais de 10 milhões de downloads e mais de 670 mil pessoas avaliaram ele com uma nota média de 4,6, em um total de 5 (cinco). Apesar de ter o texto em Português, o aplicativo possui apenas os preços dos Estados Unidos, Canadá e Austrália.

Além dos preços em cada local e do roteiro de viagem, é possível ver a tendência do preço da gasolina ao longo do tempo, como o decaimento de quinze centavos de dólar neste último mês, antes da nevasca que está assolando metade do país agora no final de janeiro.

Brasil poderia ter algo semelhante?

Será que um país de “startups” e que se diz inovador e empreendedor não mereceria um aplicativo semelhante? O que não dizer da rede de distribuidores, que mudam o preço a cada instante e dia, sem aviso prévio e modificando os custos das pessoas, principalmente em um país onde o carnaval motiva a migração de milhões de pessoas a sair de muitas cidades para ir a algum lugar, muitas vezes de carro.

Publicidade

Poderia incluir também o preço das passagens de ônibus e de carros de aluguel, já que existem grandes redes de empresas. Entretanto, este é um país que não pensa no consumidor e dificilmente poderia existir um aplicativo num momento com taxas de inflação superiores a um dígito. #Crise econômica #Crise no Brasil