Um superesportivo nacional que é diferente de todos já fabricados e que parece ser bem elaborado em questões de segurança e desempenho, com um ótimo sistema elétrico funcional, chega ao mercado em breve. É o que afirma uma empresa especializada em tecnologia para veículos elétricos.

O sonho

Construir um carro que não agrida a natureza. É um projeto de estudos aprofundados e um carro elétrico é o que chega mais próximo dessa realidade.

A fabricação

O veículo está sendo fabricado por uma empresa Brasileira e desenvolvido no Parque tecnológico de São José dos Campos. Conta com o apoio do CPqD (Centro de Pesquisas e Desenvolvimento) e pelo BNDS (Banco Nacional de Desenvolvimento). O BNDS deve financiar a fabricação em série do superesportivo.

Publicidade
Publicidade

O desenvolvimento

Este superesportivo nacional é um projeto de alto desempenho, pois ele tem quatro motores individuais que garantem uma aceleração de 0 a 100 em cerca de 3 segundos, segundo a empresa, essa aceleração pode ser feita com segurança, pois a estabilidade do veiculo é bem concentrada no seu percurso.

O superesportivo conta com processos tecnológicos originários de softwares da indústria aeroespacial e testes laboratoriais utilizados no desenvolvimento de aeronaves, a carroceria é de fibra de carbono, que deixa o carro mais leve.

O motor

O motor do superesportivo elétrico será alimentado com baterias especiais que possuem de íons de lítio e ultra-capacitores. Já os freios serão regenerativos para ampliação da autonomia. O veículo possui o torque vetorizado com controle de trajetória, que é possível avaliar bem antes o surgimento de um problema.

Publicidade

Quem comprar o superesportivo poderá fazer sua própria customização desde o inicio de sua fabricação do superesportivo elétrico nacional.

Aceitação

Resta saber se com toda essa tecnologia de ponta e sistemas de segurança, em conjunto com o design do carro, o carro será bem aceita no mercado nacional e quem sabe também no mercado internacional, que é onde a maioria desses modelos de luxo são mais procurados e as suas avenidas são mais acessíveis a estes veículos. #Automobilismo #Inovação #Fontes renováveis