A fabricante de #Carro elétrico chinesa NextEV apresentou, nesta segunda-feira (21), o superesportivo #Nio EP9, que entrega nada menos do que 1.360 cavalos de potência. O veículo, que antecipa o primeiro carro da montadora, chega já com uma marca importante: o tempo recorde para carro elétrico no Circuito de Nürbugring Nordschleife. Ele percorreu os 20,832 quilômetros do famoso e traiçoeiro autódromo alemão em 7min05,12 segundos (veja o vídeo abaixo).

A marca foi atingida no dia 12 de outubro, mas revelada somente hoje durante a apresentação do Nio EP9 na galeria Saatchi, em Londres (Inglaterra). O modelo derrubou em 17 segundos o recorde anterior do TMH EV P001, produzido pela divisão de competição da Toyota na Alemanha, a Toyota Motorsport, com base no Radical.

Publicidade
Publicidade

Ele foi apenas 8 segundos mais lento do que o superesportivo híbrido Porsche 918 Spyder.

Para os incrédulos que acham que foi pura sorte, o superesportivo elétrico chinês também quebrou o recorde no Circuito Paul Ricard, na França, com 1min52,78s. O EP9 foi concebido seguindo as especificações da categoria LMP1 do Campeonato Mundial de Endurance, o WEC, promovido pela FIA (Federação Internacional de Automobilismo). Porém, o modelo chinês não participará da competição.

Mecânica

Outra informação que joga por terra qualquer dúvida sobe o desempenho do carro é que ele tem em seu DNA as corridas automobilísticas. A NextEV foi a vencedora, em 2015, da primeira temporada da Fórmula E, destinada exclusivamente para carros elétricos, tendo como piloto o brasileiro Nelsinho Piquet.

O EP9 é impulsionado por quatro motores elétricos, um em cada roda, alimentados por duas baterias de lítio.

Publicidade

É equipado ainda com quatro caixas de transmissão individuais, oferecendo um total de 1 Megawatt de potência, o equivalente aos 1.360 cv já mencionados.

Torque

O conjunto mecânico produz de imediato 150,9 kgf.m de torque (1.480 Nm), com pico de impressionantes 645,9 kgf.m a 7.500 rpm (6.334 Nm). "O Nio EP9 nasceu para quebrar os limites e antecipa o nosso primeiro carro de produção. Ele é uma declaração de nossa visão e capacidades técnicas de fabricação. Ele é um produto best-in-class que mostra o que é possível com veículos elétricos", disse o fundador e presidente da NextEV, William Li. No papel, o Nio EP9 precisa de apenas 2,7 segundos para atingir os 100 km/h. Em 7,1s, atinge os 200 km/h. A velocidade máxima é limitada a 312,2 km/h (194 mph).

O EP9 tem design moderno, marcado por linhas limpas. O visual agressivo é marcado pelo enorme spoiler ajustável, que toma conta da dianteira, para melhorar o downforce nas curvas. A traseira é marcada pelo aerofólio ativo, com três posições: estacionado, baixo downforce e alto downforce.

Publicidade

Interior futurista

De acordo com a NextEV, o superesportivo é capa de produzir o dobro de downforce de um carro de Fórmula 1, ou 24.000 Newtons a 240 km/h (149 mph). As enorme rodas de 19 polegadas na frente e de 21” atrás também ajudam a compor o visual que evoca velocidade.

O interior é futurista e minimalista. Há três telas de alta definição, duas no painel e uma no volante, que fornecem dados importantes e gerais sobre o carro, desde a velocidade até a Força G gerada.

É de fibra de carbono

O superesportivo chinês tem a carroceria e o chassi feitos de fibra de carbono. Ele pesa 1.735 quilos, o equivalente à relação peso/potência de apenas 1,276 kg/cv. A suspensão é ativa com controle hidráulico para definir a altura de acordo com as condições da pista.

As baterias pode sem recarregadas em apenas 45 minutos e garantem autonomia de 427 kmh (265 milhas), de acordo com a NextEV. O Nio EP9 terá apenas seis unidades produzidas para testes e apresentações. O modelo será precedido pela produção em série de um carro elétrico, previsto para ser lançado na China em 2017. O futuro carro também deverá ser comercializado na Europa e nos Estados Unidos.

#Tecnologia