Quem gosta de automóveis sabe que os carros-conceito antecipam tendências de estilo, novos materiais, motorizações alternativas e novidades tecnológicas que equiparão os veículos, em um futuro muitas vezes distante. O que pouca gente se dá conta é que, assim como ocorre com os trens de força, os sistemas de diagnose e telemática, os #Pneus também vêm experimentando um grande avanço no campo científico. Em breve, as informações sobre desgaste, pressão e temperatura, além da própria via, como o coeficiente de aderência do piso, poderão ser acessadas pelo motorista por seu smartphone. Antes de toda esta tecnologia ser embarcada, o condutor já irá se beneficiar de outros atributos, como o uso de novas matérias-primas que vão garantir a redução da massa dos pneus, contribuindo para o aumento da autonomia e a diminuição das emissões de poluentes.

Publicidade
Publicidade

Alguns dos avanços da indústria de pneumáticos já estão disponíveis para modelos topo de linha de algumas marcas. Os pneus “run flat”, por exemplo, que podem rodar até 80 quilômetros a velocidades de até 80 km/h, mesmo depois de furados, estão “descendo” da prateleira de cima e, em cinco anos, estarão disponíveis até para modelos populares.

Por falar nos populares, eles já usam pneus de baixa resistência à rolagem. Esses modelos usam compostos que aquecem menos e, por isso, têm menor atrito com o piso. Ao contrário do que se pode imaginar, eles mantêm a mesma aderência dos pneus convencionais, ou seja, garantem a mesmíssima estabilidade, com uma redução no consumo que varia de 1% a 4% - nada mau em época de crise. Apenas para o leitor ter uma ideia, estudos feitos na Europa apontaram para uma redução anual no gasto com combustíveis que chegaria a três milhões de litros, se toda a frota usasse este tipo de pneumático.

Publicidade

E o melhor: sua vida útil, que chega a 50 mil quilômetros, é maior que dos modelos tradicionais.

Evolução Técnica

A evolução técnica não está apenas no produto final, mas também no seu desenvolvimento. Laboratórios cada vez mais avançados permitem a criação de soluções que estarão nas ruas em prazos cada vez mais curtos. Isso não só democratizará esta evolução, como também reduzirá os custos de toda a cadeia produtiva.

Cuidados Básicos

Bom, mas de nada adianta sonhar com as evoluções do futuro, sem nos garantirmos no presente. Os pneus, como se sabe, são um elemento fundamental para a #Segurança viária. Cuidados básicos de conservação, como evitar a sobrecarga e promover o rodízio periódico, e manutenção, como manter a direção alinhada e as rodas balanceadas, são imprescindíveis para uma #Viagem tranquila. Rodar com pneus em bom estado é, acima de tudo, uma obrigação do condutor que, se não os tiver em boas condições, pode ser autuado e ter o veículo apreendido. Viajar com pneu careca é arriscado e pode custar caro – desde o início deste mês, o valor da multa subiu para R$ 195.

Publicidade

Por isso se, ao observar os pneus de seu automóvel, o leitor notar que chegou a hora da trocá-los, até o próximo dia 28, a Black Week segue em cartaz na rede de distribuidores Pirelli com descontos que podem chegar a 40%, na compra de um jogo com até cinco unidades. As linhas ofertadas contemplam mais de 60 veículos nacionais e importados e têm diversas aplicações, do uso urbano ao fora de estada. A oferta é válida apenas para consumidores finais e não inclui serviços (montagem, alinhamento e balanceamento), estando sujeita à disponibilidade em estoque. A lista completa com os pontos (lojas) e produtos (pneus) participantes da promoção pode ser conferida no site oficial da marca.