A francesa #Renault e a japonesa #Toyota querem entrar no segmento de carros de #Alto desempenho, lançando concorrentes para os Mercedes-AMG e BMW M. A Renault estreará seu esportivo no início de 2017, com o modelo devendo ser batizado de Alpine A120, ressuscitando a marca que fez muito sucesso ao longo de 34 anos, entre 1961 e 1995.

O A120 será um cupê médio de motor transversal com preço em torno de 58,5 mil euros, algo na casa dos R$ 213 mil. Ele será seguido por um conversível. De acordo com o diretor da Alpine, Michael van der Sande, as primeiras unidades do novo carro serão entregues aos clientes no início do segundo semestre do próximo ano.

Detalhes

O A120 deverá ser equipado com um inédito motor de 1.8 litro turbo, com algo na casa dos 300 cavalos de potência, associado a câmbio automático de seis velocidades de dupla embreagem. Ele deverá ir de 0 a 100 km/h (0-62 mph) em menos de 4,5 segundos. O carro terá aproximadamente 4,2 metros de comprimento e estilo semelhante ao do show car Alpine Vision apresentado em Mônaco, no início deste ano.

A volta da Alpine começou com uma parceria entre a Renault e a Caterham, mas o projeto não teve sucesso. A montadora francesa criou, então, um case de negócio sozinha e deu andamento ao desenvolvimento do novo esportivo. De acordo com Van der Sande, os carros serão caracterizados por baixo peso e agilidade.

A Toyota

Por sua vez, a Toyota avalia transformar a sua divisão de motorsport, a Gazoo Racing, também em uma marca de alto desempenho. Ela seria responsável por coordenar as competições de automobilismo e aproveitar a tecnologia adquirida no Campeonato Mundial de Endurance e no Campeonato Mundial de Rally para desenvolver carros de rua.

No Japão, a Toyota costuma lançar edições limitadas de seus carros que levam os emblemas G e GRMN (Gazoo Racing Masters of Nürburgring). “É minha intenção aumentar a presença da Gazoo em outros mercados de automóveis que não o Japão para promover a ligação entre suas atividades automobilísticas e automotivas”, disse o diretor da Gazoo Racing e da Divisão de Powertrain da Toyota, Koei Saga.

"Na Europa, o desafio é maior porque temos mais concorrentes do que aqui, e também é uma questão de custo. No entanto, estou trabalhando muito nisso para que possamos ter uma marca como a [BMW] M ", acrescentou. Entre as versões especiais criadas pela divisão está o GT86 GRMN, que teve uma série de modificações, incluindo aumento de torque e potência, suspensão retrabalhada e novo kit aerodinâmico, além passar por redução de peso através de peças da carroceria em materiais mais leves.