A #Toyota anunciou, nesta terça-feira (29), #investimento de R$ 600 milhões para passar a produzir os motores do #Corolla no Brasil. O valor será investido na ampliação da nova fábrica de motores da montadora em Porto Feliz, no interior de São Paulo, onde já são produzidos os blocos de 1.3 e 1.5 litro do Etios. Atualmente, os propulsores do Corolla são importados do Japão.

O anúncio do investimento foi feito prelo presidente da Toyota para a América Latina, Steve St Angelo, durante reunião com o presidente da República, Michel Temer (PMDB), no Palácio do Planalto, em Brasília. A fábrica tem hoje capacidade para produzir 108 mil propulsores/ano, com a capacidade sendo ampliada para 174 mil unidades/ano a partir do segundo semestre de 2019, quando a expansão estiver pronta.

Publicidade
Publicidade

A estimativa da montadora é que a expansão irá gerar 200 empregos diretos em Porto Feliz. A fábrica foi inaugurada em maio deste ano, com um investimento de R$ 500 milhões na primeira fase.

Novo Corolla

O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, Marcos Pereira, e o diretor de Assuntos Governamentais da Toyota, Ricardo Bastos, também participou da reunião no Planalto. O Corolla teve a linha 2017 recém-lançada no mercado brasileiro.

O motor produzido em Porto Feliz será usado no sedã nacional e também no exportado para países da América do Sul, entre eles Argentina, Uruguai, Paraguai e Peru. O Corolla deverá passar por um facelift (retoques no design e no pacote de equipamentos) no próximo ano, antes da chegada da nova geração.

A fábrica

“O investimento da Toyota em Porto Feliz para produzir motores para o Corolla representa um sinal do comprometimento de longo prazo que temos com o Brasil e a América Latina”, diz Steve St.

Publicidade

Angelo. A fábrica é a primeira planta de motores da montadora na América Latina e Caribe. Ela é considerada uma das unidades mais modernas da empresa no mundo e uma das primeiras a deter todos os três processos industriais dentro de um único local – fundição, usinagem e montagem.

O Toyota Corolla, campeão de vendas entre os sedãs médios no mercado brasileiro, é equipado com motor flex de 1.8 ou 2.0 litros. O carro teve 53.753 unidades vendidas de janeiro a outubro deste ano, com participação de 45,05% no segmento, de acordo com a pesquisa mensal da Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores).

Em segundo lugar, aparece o Honda Civic, com 15.403 unidades (12,91%), seguido pelo Chevrolet Cruze, 9.086 exemplares (7,62%).