O novo vídeo da Volvo de uma caminhoneira puxando um paraglider se transformou rapidamente no novo #Viral da internet. Ele teve cerca de 380 mil visualizações no primeiro dia em que foi postado no YouTube, nesta terça-feira (29). O vídeo repete o sucesso que a fabricante sueca obteve em 2013, quando o ator Jean Claude Van Damme fez um espacate (movimento de abrir as pernas até formar ângulo de 180 graus) entre dois #Caminhões. Esse vídeo já teve cerca de 85 milhões de visualizações.

O novo faz parte da campanha da #Volvo Trucks para incentivar a economia de combustível. Ela aponta que é possível atingir uma condução mais eficiente com a integração entre o motorista e as tecnologias disponíveis. Para demonstrar os recursos de seus caminhões, a fabricante mostra a caminhoneira Louise Marriot, que está na estrada há 12 anos, puxando o paragliding profissional Guillaume Galvani.

A produção

As gravações foram feias nos Alpes Dinaric, na Croácia, uma grande cadeia de montanhas que se estende pela Albânia, Bósnia, Herzegovina, Itália, Kosovo, Montenegro, Sérvia e Eslovênia. Louise dirigiu um Volvo FH 540, linha disponível no mercado brasileiro, que desenvolve até 527 cavalos de potência entre 1.500 e 1.800 rpm (520 hp) e 254,9 kgf.m de torque máximo entre 1.050 e 1.450 rotações por minuto (2.500 Nm).

O trabalho da motorista era manter a velocidade para manter o parapente em voo, ajudando Galvani a subir e descer para superar os obstáculos. A cena mais espetacular é quando o paragliding passou sob uma pequena ponte. Foi um momento tenso. Embora tenham sido feitas todas as medições e cálculos para que a manobra fosse executada, sempre há o risco de acidente.

A campanha

A Volvo Trucks ressalta que o segredo para reduzir o consumo de combustível, aponta a fabricante, é manter a velocidade média por maior tempo possível. Ela apresenta ainda a tecnologia disponível em seus caminhões que ajudam a obter maior eficiência. Entre elas o câmbio automatizado com duas caixas de engrenagens em uma que permite o fornecimento de potência ou torque sem interrupções.

A fabricante aponta ainda uso de novo turbocompressor, dependendo da versão, pneus mais eficientes, curso para motoristas e fornecimento de softwares para controle individual de cada caminhão ou de toda a frota par atingir maior economia.