O #Chevrolet Monza, que fez muito sucesso no Brasil na década de 1980, está de volta, agora como Insignia Grand Sport. A General Motors anunciou, nesta quarta-feira (7), em Rüsselsheim, na Alemanha, o lançamento do novo carro na Europa, onde será vendido com as marcas Opel (nos países com volante do lado esquerdo) e Vauxhall (lado direito). Ele é inspirado no Monza Concept, apresentado em 2013 no Salão do Automóvel de Frankfurt, na Alemanha, o que fez os fãs do modelo antigo alimentar a esperança que o nome fosse resgatado como uma nova geração, mas a montadora optou por um novo batismo.

O Insignia Grand Sport será lançado oficialmente em março de 2017, no Salão de Genebra, na Suíça.

Publicidade
Publicidade

Ele volta como um cupê com ar de fastback. O teto tem uma queda acentuada, quase formando um conjunto único com a traseira, o que cria um visual mais esportivo. É um carro totalmente novo que segue a linha Design Cycle 2.0 da Opel, que a define como “sculptural artistry meet german precision” (“a escultura artística encontra a precisão germânica”, em tradução livre).

Como é

O carro tem linhas limpas, com fortes vincos laterais e no capô, com linha de cintura alta. A frente é mais avançada, “como um nariz de tubarão”, nas palavras da fabricante. Os para-choques musculosos ajudam a dar uma aparência atlética e elegante ao modelo. O conjunto ótico é de LED, com o farol dianteiro trazendo luzes diurnas com duas faixas que formam letras “L” na horizontal.

O #Opel Insignia Grand Sport tem coeficiente de arrasto de 0,26 cx.

Publicidade

A foto divulgada revela um interior sofisticado, com um a tela do sistema multimídia dominando o centro do painel, volante multifuncional com fundo chato e console com acabamento em black piano. O modelo inédito tem 4.897 milímetros de comprimento, ou seja, são 232 milímetros a mais do Chevrolet Cruze brasileiro. O porta-malas tem capacidade de 490 litros, que chega aos 1.450 litros com o encosto do banco traseiro rebatido.

Mecânica

De acordo com a fabricante, o Insignia Grand Sport é 175 quilos mais leve do que o modelo que irá substituir – não foi divulgado qual - em função de uso de novos metais e arquitetura na produção. A Opel não deu detalhes sobre a parte mecânica, mas a Vauxhall, sim. Ele será vendido no Reino Unido com quatro opções de motor. O mais potente é um 2.0 turbo de quatro cilindros, que entrega 250 cavalos de potência (247 bhp), acoplado a nova transmissão automática de oito velocidades e sistema de tração integral.

Há ainda o novo propulsor a gasolina de 1.5 litro, que desenvolve 165 cv (163 bhp) e 25,44 kgf.m de torque (184 lb.ft), associado a câmbio manual de seis marchas.

Publicidade

Há ainda duas opções de blocos a diesel, de 1.6 e 2.0 litro, com saída acima de 115 cv (110 bhp). A tração dianteira é padrão no Insignia Grand Sport.

A Opel/Vauxhall promete um alto nível de tecnologia para o novo cupê. A lista de equipamentos disponíveis inclui head-up display (as principais informações são projetadas no para-brisa à frente do motorista), câmeras que permitirão 360 graus de visão em torno do carro, piloto automático inteligente, sistema de assistência de estacionamento e outros itens.

#Chevrolet Monza