O gigante da internet #Google anunciou, nesta terça-feira (13), em São Francisco (EUA), a criação de uma nova empresa para ser responsável pelos projetos de carros autônomos (andam sem motorista), a #Waymo. Ela faz parte da Alphabet, holding, sediada na Califórnia (EUA), que controla várias empresas que pertenceram ou são vinculadas ao Google. Waymo é a junção das palavras em inglês "way" e "mobility" (“caminho” e “mobilidade”, em português).

O Google trabalha com o desenvolvimento de carros autônomos desde 2009 e já rodou em torno de 3,7 milhões de quilômetros durantes testes nos Estados Unidos. Com a criação da nova empresa, os projetos dos carros autônomos deixarão de ser atrelado ao Departamento de Projetos Especiais Google X.

Publicidade
Publicidade

Autonomia

A separação dá mais margem de manobra e autonomia de decisões para a nova empresa enfrentar os desafios do desenvolvimento da nova tecnologia, que deverá avançar e chegar definitivamente ao mercado na próxima década. Atualmente, o que existe são carros semiautônomos, como o Tesla Model X, que dispensa a ação do motorista em algumas situações.

De acordo com o CEO da Waymo, John Krafick, a empresa está preparada para tirar o rótulo de “experimental” do desenvolvimento de #Veículos autônomos para ser um negócio rentável e independente. Ele disse ainda que ela não será uma “companhia de carros”, o que reforça os boatos que circularam nas últimas semanas que o Google abandonaria os planos de produzir carros com essa tecnologia.

Parcerias

Segundo o executivo, a Waymo desenvolverá programas, que serão licenciados para as montadoras.

Publicidade

Entre os primeiros acordos da nova empresa está a aliança com a FCA (Fiat Chrysler Automobiles), anunciada em maio passado, que tem planos de fabricar duas minivans com os sistemas desenvolvidos, tanto para veículos autônomos quanto semiautônomos. A Waymo também pretende desenvolver projetos com a fabricante de veículos elétricos Tesla, Uber e Lyft. Essas duas últimas são concorrentes e atuam com transporte via aplicativo de celular nos Estados Unidos.

Durante o anúncio da Waymo, o Google também revelou que seu carro autônomo fez a primeira viagem completamente sem motorista em outubro de 2015, circulando pelas ruas de Austin, no Texas. O convidado foi Steve Mahan, cego e ex-CEO do Centro para Cegos de Santa Clara Valley. Ele já havia acompanhado piloto durante testes em 2012 e feito curso de direção em local fechado em 2013. Assista ao vídeo abaixo do passeio de Mahan: