A #Nissan anunciou o início de testes de campos em vias públicas no Brasil do primeiro veículo elétrico movido a célula de combustível de bioetanol. O protótipo tem como base o furgão elétrico e-NV200, que não é comercializada no País, e é o primeiro veículo no mundo movido por Célula de Combustível de Óxido Sólido (SOFC), que funciona através de energia elétrica gerada a partir do bioetanol.

O protótipo é abastecido 100% com etanol para carregar uma bateria de 24kWh. A montadora não divulgou as especificações técnicas do conceito, mas garante autonomia superior a 600 km, de acordo com a montadora.

Água

De acordo com a montadora, o motor também funciona com água misturada ao etanol, mas não divulgou a proporção.

Publicidade
Publicidade

Ela aponta que as principais vantagens do novo sistema são a emissão zero de poluentes, com emissões de carbono-neutro tão limpas quanto a atmosfera, condução silenciosa de um veículo elétrico, baixo custo de manutenção e autonomia de um veículo movido a combustível fóssil.

O conceito foi apresentado na terça-feira (13), em Brasília, durante o lançamento do programa “Renova Bio 2030”. Ele circulou até o Palácio do Planalto, onde foi exibido ao presidente Michel Temer. A célula de combustível utiliza a reação de diversos combustíveis com oxigênio, incluindo etanol e gás natural, para produzir eletricidade altamente eficiente, explica a fabricante.

Segurança

Segundo a Nissan, a célula de combustível e-Bio cria oportunidades regionais de produção de energia e utiliza uma infraestrutura que já existe, além de ser mais fácil e seguro de manusear do que outros combustíveis.

Publicidade

Segundo a montadora, o novo sistema não necessita de instalação de uma infraestrutura de carregamento da bateria, tornando mais fácil a utilização.

O #Nissan e-NV200, que serve de base para o protótipo e-Bio, é um furgão com motor elétrico de 80 kW, o equivalente a 109 cavalos de potência, alimentado por baterias de íons de lítio, que garantem autonomia de 170 km. O veículo faz de 0 a 100 km/h em 14 segundos e atinge a velocidade máxima de 123 km/h. Ele é vendido na Europa, onde tem preço a partir de 37.188 euros (R$ 125,3 mil).

O que já existe

Os veículos atualmente existentes no mundo fazem uso da eletricidade convencional ou são movidos a célula de hidrogênio. No primeiro caso se encaixa o Nissan Leaf, o carro elétrico mais vendido no planeta. Ele foi lançado há cinco anos e teve cerca de 200 mil unidades já vendidas.

Já a sul-coreana Hyundai comercializa em diversos países o ix35 Fuel Cell, que é movido a célula de combustível de hidrogênio. O SUV tem autonomia de até 594 km, contra a média de 160 dos veículos que necessitam de eletricidade para recarregar as baterias.

Os veículos elétricos são apontados como o futuro da indústria automobilística tanto que a Mercedes-Benz anunciou recentemente investimentos para lançar dez veículos com essa tecnologia até 2025.

#Tecnologia