O novo #Kia Niro bateu o recorde mundial de economia para um veículo #híbrido e entrou para o Guinness Book. O crossover fez a média de 32,21 km/l (3,1 l/100 km) em uma viagem de 6.000 km entre Los Angeles e Nova York, nos Estados Unidos. Wayne Gerdes, de Carlsbad (Califórnia), e Robert Winger, Williamsburg (Virginia), fizeram o roteiro com o consumo de 186,3 litros de gasolina, quantia auditada pelo livro dos recordes.

Porém, o governo norte-americano aponta um resultado mais modesto no uso em condições normais. O #Kia Niro começará a ser vendido no mercado norte-americano no primeiro quadrimestre de 2017 em cinco versões, incluindo uma edição limitada de lançamento.

Publicidade
Publicidade

A mais econômica é apontada como a FE, com a média de 22,1 km/l no uso rodoviário, 20,83 km/l no consumo urbano e 21,26 km/l no uso combinado (52 mpg/49 mpg/50 mpg), de acordo com a EPA (sigla em inglês para Environmental Protection Agency, Agência de Proteção Ambiental, em português).

Tecnologia

O Kia Niro começou a ser vendido na Europa em julho, e a montadora recebeu 23 mil pedidos. De acordo com a fabricante, 5.815 unidades foram entregues aos clientes até outubro e outras 15 mil estão programadas para chegar às mãos dos compradores até o final de 2016. O modelo é concorrente direito do Toyota Prius, que no Brasil custa R$ 126.600 e tem consumo médio de 18,9 km/l no ciclo urbano e 17 km/l na estrada.

O crossover é o primeiro da montadora sul-coreana concebido para ser hibrido desde o início de seu projeto, incluindo uma nova plataforma específica para veículos com essa tecnologia.

Publicidade

Ele é equipado com o mesmo conjunto mecânico do Hyundai Ioniq. O veículo tem um motor a gasolina de 1.6 litro, de 104 cavalos de potência (103 hp), o primeiro da marca que associa o Ciclo Atkinson (permite que os tempos de admissão, compressão, expansão, e exaustão dos motores de quatro tempos ocorram em uma única volta do virabrequim), refrigeração e recirculação de gás de exaustão e injeção direta de combustível (GDI) para maximizar eficiência.

Como funciona

A eficiência e as emissões são melhoradas através do sistema de recuperação de calor de escape da Niro, que acelera o aquecimento do propulsor. O motor a combustão trabalha associado a outro elétrico de 43 cv montado na transmissão. A potência combinada é de 148 cv (146 hp), com torque de 27 kgf.m de torque (195 lb-ft). O conjunto está acoplado à transmissão automática de seis velocidades de dupla embreagem. O Niro foi desenvolvido pelos engenheiros da Kia em Irvine, na Califórnia, e em Namyang, na Coreia do Sul, e o seu design proporciona um coeficiente de arrasto de 0,29.

Publicidade

O crossover conta ainda com a tecnologia que a fabricante chama de Green Car Roadmap (Mapa do Carro Verde, em tradução livre). Com base no sistema de navegação, a tecnologia antecipa as mudanças topográficas na estrada à frente e gerencia ativamente o fluxo de energia, determinando quando é melhor para recarregar a bateria e quando é melhor gastar energia armazenada para aprimorar a eficiência geral.

O Kia Niro também se vale da redução de peso para reduzir o consumo. O capô, porta traseira e vários elementos da suspensão são de alumínio. A estrutura dos bancos também usa material mais leve, enquanto o mecanismo do freio de estacionamento é de polímero reforçado com fibra de carbono (CFRP). Além disso, os engenheiros da Kia eliminaram a tradicional bateria de 12 volts para reduzir o peso, com a bateria de íons de lítio de alta tensão, que alimenta o motor elétrico, também fornecendo energia para outros equipamentos do carro.