Os carros autônomos são um dos grandes avanços tecnológicos da atualidade que mudarão a forma popular de conduzir o automóvel, pois leis que proíbem tirar a mão do volante ou telefonar durante a condução logo se tornarão leis obsoletas e a #Tecnologia permitirá aos condutores telefonar, acessar a internet, e-mails ou redes sociais, por exemplo.

No que diz respeito a leis de viabilização da utilização de automóveis autônomos, países de primeiro mundo, como a Alemanha, correm na frente, de modo que, quarta-feira, dia 25, foi aprovado um projeto para reformular as leis de trânsito, tornando permissível a utilização de carros autônomos no trânsito alemão.

Publicidade
Publicidade

Tais leis regulamentam a responsabilidade que continua nas mãos do condutor, visto que o sistema de bordo avisa ao condutor sobre os momentos em que ele deve tomar o controle do veículo. Problemas técnicos, se forem os motivos causadores de um acidente, poderão ser averiguados tecnicamente devido a uma caixa preta integrada ao computador de bordo, de modo que, nestes casos de constatação de problemas técnicos, o condutor não poderá ser responsabilizado.

Carros que podem andar automaticamente no trânsito são com certeza um enorme avanço tecnológico e significam conveniência para o homem moderno que precisa estar sempre conectado na internet, respondendo e-mails para sua empresa, efetuando ligações ou lendo notícias relativas a negócios. Embora seja possível a execução de todas essas tarefas enquanto o carro é guiado automaticamente, ainda é necessária a prudência do motorista em atentar aos sinais que o sistema do automóvel emitir solicitando ao motorista para reassumir a condução, pois a falta de atenção na utilização deste sistema poderá resultar em acidentes.

Publicidade

A Alemanha está dando seus passos em prol do progresso. Para a efetivação destas novas leis de trânsito estão sendo analisadas as especificações técnicas destes automóveis. A regulamentação destas leis determinando o uso de carros autônomos terá um impacto bastante positivo a empresários e diversos profissionais que realizam multitarefas diariamente. #Inovação #Legislação