O novo #Chevrolet Tracker 2017 estreia novo visual e é o primeiro SUV do mercado brasileiro equipado com motor turbo flex. Essas são as principais novidades do modelo lançado, nesta segunda-feira (9), em São Caetano do Sul (SP), para entrar na briga de vez no segmento dos utilitários esportivos compactos. O modelo está no País há dez anos, mas começou vendido apenas na versão top de linha, o que tirava sua competitividade.

O tempo passou, a Chevrolet viu de longe o Ford EcoSport e Renault Duster dominarem o segmento, que se tornou o de maior crescimento no País e atraiu novos competidores. A Honda chegou à liderança com o HR-V, seguido pelo Jeep Renegade e há novos modelos dispostos a incomodar a concorrência, entre eles o Nissan Kicks e o Hyundai Creta.

Publicidade
Publicidade

Motor e consumo

Agora, a Chevrolet coloca sua nova carta na mesa com o Tracker turbo. As duas versões disponíveis, LT e LTZ, têm novo propulsor de 1.4 litro com turbocompressor, quatro cilindros em linha, que desenvolve 153 cavalos de potência a 5.200 rpm e torque de 24,5 kgf.m a 2.000 giros com etanol. No caso da gasolina, são 150 cv a 5.600 rotações por minuto e 24 kgf.m a 21.00 rpm. O bloco está acoplado à transmissão automática de seis velocidades.

O SUV faz a média de 7,3 km/l na cidade e 8,2 km/l na estrada quando abastecido com etanol. O consumo com gasolina é, na mesma ordem, de 10,6 km/l e 11,7 km/l, de acordo com o Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular do Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia). O novo Chevrolet Tracker é equipado com sistema Start&Stop, que desliga o motor quando o veículo está parado momentaneamente, como no semáforo, para reduzir o consumo e as emissões de poluentes.

Publicidade

Leia também

º Conheça mais sobre a nova geração do Ford EcoSport que chega até junho. Veja o vídeo

º Hyundai Creta tem venda antecipada e já está nas concessionárias. Confira os preços

º Novo Volkswagen Tiguan de 7 lugares é lançado

º Jeep lançará dois novos SUVs e picape

ª Honda apresenta modo que não cai e anda sem piloto. Assista ao vídeo

Mais ágil

De acordo com a montadora, o novo conjunto mecânico é 15% mais econômico e deixou o SUV mais ágil. O modelo faz de 0 a 100 km/h em 9,4 segundos, exatos 2 segundo mais rápido do que o modelo anterior, e atinge os 198 km/h de velocidade máxima.

Ele tem ainda novo acerto da suspensão para se mais confortável no dia a dia e firme em altas velocidades, o que incluiu mudanças nos amortecedores, molas e balanço. O Tracker 2017 também tem mudanças no design. Na frente, as novidades são capô, faróis, grade, para-choque e para-lamas posteriores redesenhados. Na traseira, há novas lanternas e para-choque reestilizado. As rodas de 18 polegadas têm novo desenho.

Publicidade

Equipamentos e preços

No interior, foi modificado o isolamento acústico, o que deixa o SUV 11% mais silencioso. O quadro de instrumentos foi atualizado e incorpora novo computador de bordo. O sistema multimídia do Chevrolet Tracker é compatível com Android Auto e Apple CarPlay e tem como opcional o sistema OnStar.

A linha 2017 do SUV tem como itens de série nas duas versões cinto de segurança de três pontos em todos os assentos, volante multifuncional com assistência elétrica, freios ABS com EBD (antitravamento e distribuição eletrônica de força), ar-condicionado, vidros e travas elétricas, além de outros equipamentos. Os preços sugeridos do novo Chevrolet Tracker são:

LT: R$ 79.990

LTZ: 89.990

#ChevroletTracker #TrackerTurbo