A empresa norte-americana Faraday Future apresentou em público, pela primeira vez, nesta terça-feira à noite (3), o seu carro elétrico FF91, que promete ser o mais rápido da categoria. O modelo, que já está à venda, mas começará a ser produzido em 2018, faz de 0 a 97 km/h em 2,39 segundos (0-60 mph). É mais rápido do que o Lamborghini Aventador SuperVeloce, que precisa de 2,8 segundos para ir de 0 a 100 km/h com seu motor a gasolina V12 de 751 cavalos de potência.

A Faraday Future é uma empresa instalada no Vale do Silício, na Califórnia (EUA), que tem uma equipe, a FF Dragon Racing, na Fórmula E, destinada exclusivamente a carros elétricos, e está usando todo esse know-how para criar seu primeiro carro.

Publicidade
Publicidade

Ela apresentou o FF91 na a abertura à imprensa do CES 2017 (Consumer Eletronics Show), maior feira de tecnologia do mundo, que acontece em Las Vegas (EUA).

Potência

A bateria que alimenta o motor elétrico do carro é de 130kWh, capaz de produzir 1.064 cv (1.050 hp) e incríveis 183,55 kgf.m de torque (1.800 Nm). Segundo a fabricante, o veículo tem autonomia de 608 km (378 milhas), com a bateria podendo ser recarregada em qualquer carregador sem fio (wireless) no futuro.

Com desempenho de um superesportivo, o Faraday Future FF91 tem distância entreeixos de um sedã premium. Com 3.200 milímetros, é mais do que o Mercedes-Benz Classe S e o Bentley Flying Spur, por exemplo. É tanto espaço que os passageiros de trás podem reclinar o banco a 60 graus.

Autônomo

O modelo tem o estilo próximo de um SUV, rodas de 22 polegadas e traseira angular.

Publicidade

Apesar do tamanho, design e aceleração instantânea, o FF91 promete o desempenho de um carro de médio na estrada. Ele tem teto de vidro para dar deixar o interior mais leve e arejado. As janelas laterais e traseira são de vidro PDLC (polímero de cristal líquido disperso). Basta um toque na peça para que fique escura instantaneamente e garanta a privacidade dos passageiros.

O Faraday Future FF91 pode ser usado com um veículo autônomo em determinadas situações, com o carro sendo controlado pelo computador que recebe informações de um detector 3D retrátil, 10 câmeras HD, 13 radares de curto e longo alcance e 12 sensores ultrassônicos.

Uma das demonstrações feitas ao vivo no CES 2017 foi o FF91 estacionando sozinho, com o motorista saindo e ficando distante. O condutor também pode chamar o carro onde está através de um aplicativo de smartphone. O carro sai de onde está estacionado e vai até o ponto determinado.

Leia também

º Motorista de Corvette é flagrado pela polícia fazendo zerinho em Guaratuba, no Paraná

º Nova geração do BMW Série 5 será lançada no Salão de Detroit

º Ford Mustang e F-150 terão versão híbrida até 2020

º Ferrari Testarossa da série “Miami Vice” pode ser sua. Ela está à venda

Alta tecnologia

Ele conta ainda com tecnologias de ponta que ainda não se sabe se estarão presentes no modelo de produção em série.

Publicidade

Entre elas são os espelhos retrovisores substituídos por câmeras de alta definição, que transmitem as imagens para uma tela na cabine, e sensor de reconhecimento facial para desbloquear as portas e ligar o carro, que não tem chave. Botões de toque substituem as maçanetas das portas.

O Faraday Future FF91 tem internet sem fio de alta velocidade a bordo, permitindo ao usuário definir o percurso no laptop e transferir os dados diretamente para o veículo. Qualquer alteração pode ser feita através do smartphone. Os interessados em comprar o modelo já podem fazer a reserva grátis no site da fabricante ou fazer um depósito de US$ 5mil (R$ 16,3 mil) e ter direito a uma das 300 unidades personalizadas da Alliance Edition. O preço final do FF91 não foi divulgado, mas o carro será lançado oficialmente no segundo trimestre do próximo ano.

#Carroelérico #FaradayFuture #FaradayFutureFF91