A #Nissan deu mais um passo para iniciar a produção #Kicks em sua fábrica em Resende (RJ) até junho. A montadora apresentou as primeiras unidades de teste produzidas na planta fluminense. A fabricação envolve 890 operações de montagem ao longo da linha de produção.

O Nissan Kicks nacional irá substituir o modelo atualmente importado do México e também será exportado para a América Latina. O SUV compacto foi lançado no mercado brasileiro no início de agosto passado e ficou em quinto lugar nas vendas entre os modelos de sua categoria em 2016. Até dezembro, o modelo teve 10.709 unidades emplacadas, uma média de 2.142 exemplares por mês, de acordo com a Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores).

Publicidade
Publicidade

Ajustes

Essa média é maior do que a do quatro colocado, o Renault Duster, com 2.114 por mês. No acumulado de 2016, esse modelo teve 25.878 unidades emplacadas. A fase de testes de produção é necessária para ajustes de equipamentos de treinamento dos funcionários envolvidos na fabricação. As primeiras unidades feitas no Brasil ficaram prontas na quinta-feira passada (19).

O Nissan Kicks será o terceiro modelo da marca a ser produzido na fábrica de Resende, inaugurada em 2014. O SUV dividirá a linha de produção com o hatchback March e o sedã Versa. De acordo com a fabricante, o utilitário esportivo exige um número de operações cerca de 20% superior ao dos outros modelos.

Leia também

º Chevrolet Tracker 2017 estreia novo visual e motor turbo flex. Veja o vídeo

º Novo Hyundai Creta já está á venda

º Conheça mais sobre a nova geração do Ford EcoSport que chega até junho ao Brasil. Assista ao vídeo

º Hyundai HB20 2017 é lançado. Confira todas as novidades e os preços

º Audi A3 Sedan reestilizado começa a ser vendido no mercado brasileiro

Versões

O Nissan Kicks é vendido atualmente em duas versões no mercado brasileiro, a SV Limited, que tem preço inicial de R$ 84.900, e a SL, que começa em R$ 91.900.

Publicidade

As duas versões são equipadas com motor flex de 1.6 litro, que desenvolve 114 cavalos de potência e 15,5 kgf.m de torque seja com etanol ou com gasolina no tanque.

O bloco está associado a câmbio automático Xtronic CVT (simula marchas continuamente variáveis). Quando abastecido com etanol, o modelo atinge os 175 km/h de velocidade máxima, depois de fazer de 0 a 100 km/h em 12 segundos. O SUV faz 8,1 km/l na cidade e 9,6 km/l na estrada com esse combustível. No caso de estar com gasolina no tanque, o consumo é de 11,4 km/l no ciclo urbano e de 13,7 km/l no rodoviário.

#NissanKicks