Publicidade
Publicidade
2

Você, proprietário de veículo, já está fazendo as contas de como deixar a documentação 2018 em dia (IPVA, DPVAT, etc) , ou até preocupado que possui débitos nos documentos do carro, moto, e aí você se depara com essa notícia: Uma kombi é apreendida com mais de R$ 25 milhões em multas.

Veículo apreendido com 2.278 multas

Pois é! Não é brincadeira. A Polícia Militar de São Paulo fazia abordagens de rotina quando parou o veículo na Avenida Aricanduva. O carro com ano de fabricação 2008 pertence a uma empresa e tem no total 2.278 multas. De acordo com a Polícia Militar, o último licenciamento do veículo foi feito em 2012.

A Kombi foi removida para o pátio Leste (Auto Shopping São Paulo) e poderá ir a leilão.

Publicidade

O valor que for arrecadado, será descontado do total de débitos que permanece em nome do proprietário.

Maior parte das multas era por não indicar o condutor

A maior parte dos débitos do veículo são porque o proprietário, no caso uma empresa, não transferiu os pontos para o condutor infrator no prazo determinado. Neste caso, a legislação de trânsito, prevê que o valor da multa seja multiplicado pelo número de vezes que a mesma infração foi cometida no período de 12 meses. Por exemplo, se a empresa for autuada cinco vezes no mesmo ano por não usar o cinto de segurança e não fizer a indicação do condutor, pagará uma multa no valor de R$ 976,15 (o valor desta infração é de R$195,23)

Com o valor das multas, seria possível montar uma frota

Segundo levantamento, usando por base a tabela FIPE (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas), seria possível comprar uma frota de quase 760 veículos do ano de 2013 (o valor de cada uma seria de R$ 32.919,00).

Publicidade

Para ajudar, o condutor do veículo estava com a Carteira Nacional de Habilitação vencida desde 2013.

Segundo levantamento do Detran-SP, onze veículos apreendidos neste ano na cidade de São Paulo somam R$ 80 milhões em multas. Ao todo, eles acumulam mais de 12 mil infrações.

Você pode se lembrar do caso de Outubro deste ano, quando uma BMW foi apreendida com quase R$ 7 milhões em multas, a maioria por excesso de velocidade e por circular durante o rodízio. Este veículo também pertence a uma empresa.

Um outro caso com dívidas milionárias apreendido neste ano foi um Ford Escort modelo 1996. Segundo o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) de São Paulo, o veículo tem mais de R$ 17 milhões em débitos e 1.788 infrações registradas, sendo a maioria delas municipais, principalmente por excesso de velocidade. E este veículo também pertence a uma empresa.

Em julho deste ano, uma Mercedes com quase R$ 1 milhão em débitos foi apreendida pela polícia de SP, mas essa não era de uma empresa

Os campeões em multas

A seguir, uma lista com os campeões em multas:Ducato, 1997.

Publicidade

Número de infrações: 1.965. Valor total de multas: R$ 24.738.093,41, sendo a maioria delas por desrespeitar rodízio e deixar de transitar à direita.Caminhão Volkswagen, 2007. Número de infrações: 1.325. Valor total de multas: R$ 14.406.262,06, sendo que a maioria refere-se a desrespeito ao rodízio de veículos.Montana, 2013. Número de infrações: 1.717. Valor total de multas: R$ 13.425.657,42, sendo que a maioria refere-se a trafegar com excesso de velocidade e deixar de transitar à direita, #transito #Carros