Beber um suco de laranja, ou se alimentar de um creme de leite com morangos, adoçando com adoçante, ajuda? Isto é uma relatividade alimentícia. Nem tudo que se come é algo magro, por mais que pareça. A exemplo, quantas laranjas ou maçãs são usadas para fazer um copo de suco? Três laranjas no mínimo por copo de suco, em média, se coado, ainda retira-se as fibras importantes na alimentação.

Se alimentando junto com a comida, muitas vezes se bebe mais de um, de forma distraída. Na quantidade que se consome está embutido o perigo de sair do prumo e acabar ingerindo mais calorias que devia, criando uma série de problemas para quem faz dieta.

Publicidade
Publicidade

Isto seria algo simples, porém, o que dizer dos sucos que dizem não engordar, ou mesmo os sucos de saquinho diet.

Os nutricionistas afirmam que estes sucos são perigosos, que contém muita química e quase nada de nutricional. Outros ainda dizem que o ideal é beber água antes e após uma hora da comida. É claro que a grande maioria alterna entre comer a comida e o beber a bebida, seja no café da manhã, no almoço, no café da tarde ou na janta.

E onde entra isto na ingestão de açúcares?

Não é só a sacarose que é açúcar. O leite tem lactose, as frutas tem frutose e o malte também é convertido em açúcar. Porém, a forma com que ele é usado diferencia uma absorção rápida por xaropes e doces a uma absorção lenta usando açúcares misturados a fibras, algo similar a polpa da batata doce que é recomendada para o controle de açúcares, por ter uma polpa de lenta absorção.

Publicidade

Devido a isso, procura-se dar ao organismo uma saciedade alimentar por mais tempo, e ajuda a diminuir também a ingestão de carboidratos com pouca fibra, o que acaba por aumentar a produção de gordura e o armazenamento com aumento de peso, ou, no caso dos diabéticos, glicemia ou aumento de açúcar no sangue.

Muito do que importa é a forma com que o açúcar está presente na massa e como ela o libera. Uma massa feita com farinha integral e açúcar mascavo no ponto ideal gera menos picos de açúcares no sangue que uma massa feita com farinha comum e açúcar refinado. Isto porque, na farinha integral, assim como no açúcar mascavo, há fibras e estas fibras ajudam, diminuindo a forma com que o alimento é absorvido.

É claro que ainda gera aumento lento da taxa de açúcar, que pode ser controlado com medicamentos mais suaves, diferentemente do consumo de açúcar refinado e massas sem fibras, que acabam por fazer a pessoa ter de tomar insulina para voltar ao normal, no caso dos diabéticos, e aos que fazem dieta, engordar, afinal de contas, ainda não existe um alimento que se coma e não engorde.

Alimente-se com consciência, para não cair na armadilha da culpa. #Culinária #Opinião #Medicina