Muitas pessoas têm dificuldade em se ater às listas de compras na hora de ir ao supermercado. É comum ir ao supermercado com uma lista em mãos, mas não conseguir se limitar a ela. Mas você sabia que isso não é culpa apenas do consumidor? O especialista em consumo Martin Lindstrom afirma que os supermercados também possuem truques eficientes que fazem com que o consumidor acabe gastando mais.

Com a inflação em alta, vale a pena conhecer esses truques para tentar se safar e economizar alguns reais na hora das compras. Confira abaixo esses truques e tente fugir deles. 

Carrinho de compras

O carrinho de compras é um dos principais vilões na hora de fazer as compras.

Publicidade
Publicidade

Quanto maior for o carrinho, mais gastos, principalmente se a compra for pequena. Ao ver o carrinho semivazio, a tendência é adicionar mais itens nele.

Flores e produtos frescos na entrada

Grande parte dos supermercados dispõem de flores e frutas perto da entrada para transmitir a ideia de um espaço repleto de produtos frescos, e isso incentiva as compras.

Promoções atrativas, mas não vantajosas

Promoções do tipo "pague 5 e leve 6" são comuns e atrativas, mas geralmente não são vantajosas. Quando seria comprada apenas uma unidade do produto, esse tipo de promoção cria um gasto desnecessário e faz o consumidor levar mais do que precisa para casa.

Itens mais vendidos com bons preços

A prática de deixar os produtos mais vendidos com bons preços faz com que o consumidor acredite que o supermercado pratica bons preços em geral.

Publicidade

Normalmente os itens mais vendidos têm preços menores, enquanto as demais marcas dos mesmos produtos acabam compensando com os preços usuais.

Lugar dos itens mais vendidos

Os supermercados também costumam usar os itens mais vendidos de forma a incentivar o consumidor a comprar mais. Pão, leite e ovo geralmente fazem parte dos itens mais vendidos e geralmente são colocados longe um do outro no supermercado. Dessa forma, o consumidor tem que andar por toda a loja e acaba escolhendo outros produtos que não seriam levados.   #Família #Dicas #Finança