Atualmente, as pessoas não têm encontrado tempo para preparar refeições completas e nutritivas e acabam rendendo-se aos industrializados. É complicado dar conta de estudos, trabalho, filhos e casa quando é preciso aliar uma rotina de #Dieta e exercícios ao dia a dia. Para não acabar caindo nas armadilhas dos fast foods e congelados, alguns atletas optam por barras proteicas, shakes e até mesmo pudins à base de ingredientes ricos em proteína.

Além disso, os smoothies também são muito bem vindos na dieta de quem não tem muito tempo durante o dia. Para que o smoothie seja realmente saudável, é preciso conhecer bem os alimentos e mantê-lo bem conservado dentro de uma coqueteleira ou mala térmica.

Publicidade
Publicidade

Siga as dicas para preparar o seu próprio smoothie:

1 – Escolha um líquido

Selecione um líquido que encaixe bem à sua dieta e objetivos, por exemplo: iogurtes desnatados, leite desnatado, chás, água de côco ou água mineral. Escolha um líquido que combine bem com o os outros ingredientes escolhidos.

2 – Adicione proteína

Smoothie ou shake sem proteína não faz sentido algum. Por isso, escolha uma fonte de proteína que combine com o líquido escolhido, mas que também seja parte da sua dieta. É possível adicionar tanto o whey protein com sabor, quanto claras de ovos ou tofu.

3 – Não se esqueça dos vegetais

Tipicamente, vemos os vegetais em sucos detox ou em vitaminas para emagrecimento rápido. Porém, adicionar vegetais ao smoothie causa um enorme aumento das vitaminas e fibras, melhorando a digestão.

Publicidade

Prefira colocar o vegetal mais denso, como a batata doce, com proteínas mais adocicadas como chocolate ou baunilha. Já para as proteínas mais leves e cítricas, prefira vegetais como cenoura e pepino.

4 – Lembre-se das frutas

O que realmente muda e melhora o sabor de um smoothie proteico, sem dúvida, são as frutas. São ótimas fontes de minerais e nutrientes importantes. Para criar um smoothie mais cremoso, adicione banana ou abacate, rico em lipídios. Para um smoothie menos espesso e refrescante, adicione laranja ou limão.

5 – Oleaginosas são indispensáveis

Adicionar castanhas e nozes ao smoothie é mais do que só garantir gorduras boas: as oleaginosas são ricas em ômega-3, 6 e 9. Além disso, dão aquela ajuda extra ao intestino. A manteiga de amendoim integral também pode ser uma boa opção para quem prefere praticidade e um sabor mais adocicado.

6 – Faltou açúcar? O mel resolve!

Caso o seu smoothie tenha ficado sem graça ou aguado, adicione mel orgânico à mistura. Isso acontece quando as frutas e verduras não estão muito maduras, o que é normal. Entretanto, tente acostumar o paladar aos alimentos naturais sem adição de açúcar ou sal demais. Você não vai se arrepender! #Culinária #Alimentação Saudável