Em dias de calor e em pleno fevereiro, alguns ainda estão desfrutando da praia e do barulhinho bom das ondas que quebram na arrebentação. Depois, o corpo fica mole....bate uma preguicinha. Enfim, o cenário sucintamente descrito é bem convidativo para se fazer um peixe.

Uma boa pedida, por estar perto do oceano e por ser um alimento saudável. Afinal de contas, na famigerada dieta mediterrânea, ele não pode faltar. E, por isso, vamos fazer uma receita simples.

Ingredientes

2 maços de coentro

2 maços de cebolinha

1 pimenta dedo-de-moça ou jalapenho

¼ de xícara de alcaparras em conservas e escorridas

2 dentes de alho

3 limões (siciliano ou tahiti)

½ e mais três colheres (de sopa) de azeite

Sal a gosto

Pimenta-do-reino moída na hora

1 peixe inteiro e impo (em torno de 2 kg a 3 kg)

 Preparo

Vamos começar pelo molho: pique as folhas de coentro e reserve os talos.

Publicidade
Publicidade

Pique a parte verde da cebolinha, guardando também o talo. Descarte as sementes da pimenta e corte-a bem miudinho. Pique também as alcaparras e o alho. Em relação ao limão, raspe sua casca e esprema seu suco. A seguir, misture tudo (com exceção dos talos) em uma tigela com ½ xícara de azeite. Cubra e reserve.

Agora o principal: preaqueça o forno a 200 °C. Faça fatias finas dos dois limões restantes. Lembra daqueles talos de coentro e de cebolinha? Pois então pique-os. Disponha de uma fôrma com papel-alumínio. Coloque o peixe por cima e o seque com papel-toalha. Pincele-o por todos os lados com três colheres de azeite e tempere com sal e pimenta-do-reino. Recheie-o com as fatias finas de limão e os talos. Asse por mais ou menos 20 minutos, até que a carne esteja escura e se desmanche fácil em contato com o garfo.

Publicidade

Sirva com o molho.

AJUDA SUPLEMENTAR E DICAS

Achou a receita simples, mas não sabe comprar peixe ou que peixe é melhor para fazer a receita? Não fique afilto ou aflita.

  • Como a receita menciona um assado, os melhores peixes para serem feitos dessa forma são: anchova, tainha, pargo, corvina, tilápia, robalo ou pintado;
  • O peixe fresco tem olhos brilhantes e saltados, as brânquias têm de ser vermelhas e a carne precisa ser firme quando tocado pelos dedos;
  • A fim de facilitar, peça ao vendedor ou ao peixeiro que limpe o peixe sem as escamas e sem as vísceras;
  • Leve em conta quantas pessoas farão parte da comilança: em torno de meio quilo por pessoa é uma boa dica, uma vez que o peixe inclui a cabeça, o rabo e as espinhas.
  • Achou algum tempero forte ou exagerado: você pode trocar, por exemplo, o coentro pela salsa, retirar o jalapenho, colocar um pouco de alecrim. Há ainda aqueles que não gostam de temperar com limão. Diminuir a quantidade de pimenta, se alguém tiver alergia. Você pode fazer acompanhamento com batatas cozidas e assadas. Também vale o arroz branco ou cozido no leite de coco.
  • Bebida para acompanhar: um vinho branco gelado, uma cerveja ou simplesmente água com um pouco de hortelã.

Bom apetite e brindemos ao verão! #Culinária #Dicas #Alimentação Saudável