Uma das coisas que eu mais gosto no Estado de Minas Gerais, além da gastronomia, é claro, é o artesanato que, para mim, gracioso e rústico, remete às casinhas do interior com aquela sensação de aconchego e conforto. Tudo é feito com muito amor, carinho e dedicação. Os objetos que escolhi para ilustrar esta matéria pertencem a um grupo de artesãos da capital mineira, Belo Horizonte. 

Em BH, conheci o Instituto Mãos de Minas, que agrega mais de 500 artesãos. Estes profissionais utilizam metal, madeira, vidro, resto de tecido para dar vida às suas criações, a maioria objetos caseiros. Esse tipo de #Decoração está em alta, justamente por misturar elementos simples sem perder a elegância e a criatividade. Vejam algumas sugestões para deixar a sua casa ainda mais aconchegante. 

Aposte na madeira!

Sabe aqueles caixotes e paletes que as pessoas costumam usar em feiras e mercados? Você pode usá-los na decoração de seu jardim, por exemplo. Esse tipo de material é bem fácil de ser encontrado e sua reforma é simples. Utilize os caixotes e paletes para organizar suas flores ou ervas. Olha o que fez a imaginação do artesão André Holfman Sodré, da A OHH Presentes Vintage. Caixote de feira decorativo com o tema "flores orientais" para você presentear com exclusividade ou decorar sua sala, closet, banheiro, escritório com muito charme e sofisticação com esta peça multifuncional.

Produzido em MDF, possui #Arte aplicada diretamente na madeira, podendo ser limpa com detergente e pano úmido. No tamanho de 28,5 x 21 x 20, tem pintura imitando madeira antiga. "Nossos produtos se diferenciam pelo modo de produção, onde a arte é aplicada diretamente na madeira, não é decoupage nem adesivo, proporcionando maior durabilidade, resistência e beleza", explica Sodré. 

Bonecas de argila

Produto decorativo para todos os tipos de ambientes é feito manualmente em argila e queimadas em forno à lenha, garantindo qualidade. É uma obra artística e exclusiva por ser histórico e cultural que conta, na arte, a história de Itabirito através da Maria Conga e Philó, as inventoras do pastel de angu.

Vasos de metal

Quem disse que os arranjos de flores precisam estar sempre dentro de vasos de vidro ou cerâmica? Vasos de metal são muito úteis, pois além de espaçosos são fáceis de serem limpos. Vejam, abaixo, que belos vasos feito com chapa de ferro, pintura envelhecida ou dourado, vários tamanhos. 

Móveis velhos ou usados

Cômoda rústica porta-joias. Portas de madeira como tampos de mesas, cadeiras velhas como suporte de plantas, gavetas sem uso, tudo vira peças incríveis nas mãos destes artesãos. "Com um pouco de criatividade, esses elementos agregam de forma econômica e ecologicamente corretas", afirma a vice-presidente do Instituto Mãos de Mina, Natalice Vieira. 

E já que estamos falando de objetos ecologicamente corretos, no Instituto encontrei uma mesa do designer de produto Cláudio Menezes. Feita com a acoplagem de lâminas de papelão reciclado duplo ondulado, a mesa é bastante resistente. O ateliê Claudio Menezes Designer desenvolve seus produtos dentro das normas vigentes do setor e fomenta a consciência ambiental, utilizando matéria-prima reciclada e pratica gestão sustentável. "Ter um de nossos produtos para decorar ambientes não é compra e sim, ter atitude e consciência ambiental", comentou o designer.

Potes de vidro

Se acrescentar velas aos potes de vidro, que iriam para o lixo, eles se transformam em luminárias suspensas, com pouco trabalho e baixo custo. Existe uma série de utilidades para o pote de vidro com motivos rupestres. Com acabamento em fio de algodão e corda de sisal, o produto reflete a identidade cultural do lugar.

É, realmente Minas Gerais tem muita história e coisas lindas e eu quero trazer aqui para mostrar a vocês.  #Dicas