Quem frequenta as festas religiosas em Itumbiara, no sul de Goiás, conhece bem o "Caribó", receita do Jornal do Campo deste domingo (2). Com origem desconhecida, o pastel aberto em formato de copo é muito famoso em Minas Gerais e foi absorvido pela cultura do município goiano, que faz divisa com o estado.

Ele é feito com a mesma massa do pastel tradicional. A diferença é que ele é frito antes de ser colocado o recheio, envolto em um socador de madeira. Depois que o pastel sai do óleo quente é que ocorre o próximo passo da receita.

O recheio pode ser feito com várias misturas, mas o tradicional é feito com frango desfiado.

Publicidade
Publicidade

Além dele, a cozinheira Niety dos Santos também incrementa o prato com um purê de mandioca e um molho branco. Ela ensina fazer os complementos.

"Cozinha a mandioca, depois massa na máquina, faz um molho branco e coloca com a mandioca. Depois sova até ficar uma massa bem consistente. O molho é feito com margarina, cebola batida no liquidificador e leite", explica.

É de praxe, para o preparo dos textos sobre gastronomia, realizar uma pesquisa sobre a origem do prato. Mas a receita desta semana é tão típica que não foi possível encontrar mais informações sobre ela.

O carimbó é uma espécie de pastel aberto, em formato de copo. A possibilidade de tê-lo aberto, com o recheio à mostra, é ótima, pois evita a chance de termos um “carimbó de vento” – já que é usual que consumidores sejam surpreendidos frequentemente com “pastéis de vento” – quando a massa vem com pouco recheio.

Publicidade

O preparo do recheio do carimbó pode ser feito com diversos tipos, praticamente os mesmos que combinam com um pastel. Carnes de vaca e de frango, queijo, cheiro verde, tomate e milho, entre outros ingredientes – e não necessariamente todos juntos – podem ser utilizados para compor o “miolo” do prato.

Mas o carimbó que foi preparado para a redação do CORREIO de Uberlândia contava com carne de frango, queijo muçarela ralado, milho, catupiry e um toque especial: purê de batata. O ingrediente garante uma sustentação ainda maior ao prato que pode deixar o estômago satisfeito com apenas uma unidade.

#Culinária #Curso #Alimentação Saudável