Existem duas modalidades de pós-graduação: a lato sensu e a stricto sensu. Enquanto a pós-graduação lato sensu compreende em programas de especialização e incluem cursos como MBA (Master Business Administration), a pós-graduação stricto sensu compreendem programas de mestrado e doutorado. Embora o tempo de duração de mestrado e doutorado seja variável de acordo com a instituição, em média, possuem duração de 2 anos e 4 anos, respectivamente.

Dedicar-se à vida acadêmica refere-se à pessoas que se dedicam para a academia, fazendo pesquisas e utilizando o seu tempo com estudos em áreas específicas.

Para se fazer a pós-graduação stricto-sensu é necessário, sobretudo, disposição.

Publicidade
Publicidade

O mestrado, por ser mais rápido, é tido como uma grande (e intensa) preparação para o doutorado. Claro, que o aluno pode optar por não fazer o doutorado, mas ele sairá do mestrado com um grande conhecimento e experiência na área da pesquisa acadêmica. No doutorado, o aluno deve ser mais independente do seu orientador e sobretudo, formular hipóteses inovadoras na área de conhecimento. Há muitas instituições que permitem que seus alunos façam doutorado direto, uma modalidade que une a duração do mestrado e do doutorado (aproximadamente 6 anos). Esta modalidade é interessante para pessoas que realmente querem seguir a área acadêmica e que já possuem algum conhecimento da academia em sua vida.

Quero fazer mestrado, como eu começo?

Primeiramente você deve procurar a sua área de interesse, geralmente as Universidades possuem programas de mestrado e doutorado com programas específicos.

Publicidade

Por exemplo, existe o programa de mestrado e doutorado em Biologia Química na Unifesp de Diadema. Isso significa que quando for receber o seu diploma, você será titulado nesta área específica. No site da Capes existe uma lista de todos os mestrado e doutorados recomendados, e a partir desta lista, você pode achar o seu programa.

Achei o meu programa na Universidade X, o que eu faço agora?

Entre no site do programa e veja quais são as regulamentações deste. Existem programas que permitem que você faça o processo seletivo e depois escolha o seu orientador. Existem programas que exigem que você já tenha um orientador antes do processo seletivo. Se o seu programa exigir o orientador, olhe os docentes credenciados no programa e procure seus currículo lattes (geralmente já situado como link ao lado do nome). Desta forma, você poderá conhecer as linhas de pesquisa deles. Se você se interessar por algum professor, mande um email para ele com um resumo do seu currículo e contando as suas intenções.

Publicidade

Marque uma visita a sua sala/laboratório. Se ele responder e aceitar a visita, já é 90% de chance de ele estar precisando de alunos e de ele ter se interessado por você.



O que eu devo fazer durante o mestrado/doutorado?

Você terá que cumprir alguns créditos, ou seja, terá que assistir aulas no tema do programa. Algumas instituições possuem disciplinas obrigatórias além das eletivas (que você escolhe), outras possuem apenas disciplinas eletivas. Além disso, outra obrigação do aluno é executar o projeto no qual ele propôs fazer. O projeto pode ser levantamento bibliográfico, experimental ou de campo e ele deve ser concluído até um prazo máximo. Depois de concluído, o aluno deverá escrevê-lo (dissertação/tese) com os resultados e conclusões e apresentá-lo em uma banca de três (mestrado) e cinco (doutorado) professores que analisarão o seu estudo e poderão aprovar ou não o aluno.

Quanto custa?

Existem programas pagos em universidades particulares e gratuitos em universidades públicas. Existem bolsas de estudos que podem pagar as universidades particulares ou então servir de auxilio para que você se mantenha estudando durante a pós-graduação. As bolsas podem der da Capes, CNPq ou FAPESP e os valores variam entre R$1500 (mestrado) até R$3100 (doutorado).

Para aqueles que gostariam de aliar o meio acadêmico com o meio empresarial, foi criado a não muito tempo a modalidade de mestrado profissional. #Educação #Escola