Como dissemos na primeira parte do nosso guia, para que possamos começar o ano com o pé direito e prontos para conquistar nossas metas e objetivos, é nosso dever estar com a saúde em dia. Para tanto, é preciso ter em mente a importância dos exames preventivos, realizados através dos check-ups. Não somente exames de sangue são importantes, mas os cardiológicos e ginecológicos também. Conheça quais exames completam e fecham o check-up anual.

  • Papanicolau/Preventivo: O Papanicolau, conhecido popularmente como Preventivo, é um dos - senão o - principal exame realizado pelas mulheres. Torna-se obrigatório a partir dos 18 anos, independente da frequência das relações sexuais, a fim de detectar possíveis alterações nas células. Essas alterações são capazes de acarretar um possível câncer do colo de útero, anos mais tarde. A partir dos 30 anos, aliado ao Papanicolau, pode ser requisitada também a ultrassonografia transvaginal visto que, nesta idade, os miomas e outras doenças ligadas ao útero e ao ovário são mais frequentes.
  • Mamografia: A mamografia é indicada, clinicamente, para mulheres acima dos 40 anos, visando detectar o câncer de mama. Porém, em pacientes que tragam consigo um histórico familiar da doença, o exame preventivo pode ser feito ainda mais precocemente.
  • PSA (Livre e Total): O exame, denominado como antígeno prostático específico, é a ferramenta mais efetiva na detecção do câncer de próstata. Obtendo tal informação de forma precoce, o tratamento clínico é, sem sombra de dúvidas, bem mais efetivo. Vale salientar que, além do exame, o médico responsável analisa, em conjunto, o volume da próstata, idade, histórico do paciente e o uso contínuo de medicamentos.
  • Eletrocardiograma: Indicado para pacientes acima dos 50 anos, o eletrocardiograma é certeiro na busca por alterações cardíacas. Entretanto, por muitas vezes mostrar-se normal quando do repouso do paciente, podem ser solicitados exames complementares tais como teste ergométrico e ecodopplercardiograma. Pacientes com histórico familiar devem iniciar o acompanhamento cardiológico logo no início da fase adulta.  

Apesar de os exames mencionados em nosso guia serem indispensáveis para um check-up completo, outros como ácido úrico, urina, ureia, creatinina, bilirrubina, TGO/TGP, Gama GT, fosfatase alcalina, amilase, grupo sanguíneo, hepatite B, hepatite C e HIV também tornam-se essenciais.

Publicidade
Publicidade

Vale lembrar que cada paciente é analisado individualmente! #Dicas #Hospital