O nariz é um órgão sensitivo muito importante para o nosso organismo, porém, a ele é dado pouca importância pela maioria das pessoas. Talvez por acharem que ele é "apenas" um tubo oco por onde passa o ar que respiramos. Embora muita gente não saiba, o nariz tem funções vitais para nós.

Ele é filtro, aquecedor e direcionador do ar que inalamos. É através dele que nosso cérebro recebe os estímulos sensoriais que dão sabor aos alimentos, além de nos alertar sobre o que está à nossa volta através dos odores.

Talvez por esse desconhecimento, as pessoas o tratem tão somente como um túnel escuro que precisa estar sempre desobstruído.

Publicidade
Publicidade

Acontece que a obstrução não se dá sem motivos, por isso devemos prestar atenção aos porquês das modificações que nosso nariz acusa.

Por ser uma porta aberta para o nosso organismo, o nariz tem filtros que limpam o ar inspirado. Os pelos encontrados em seu interior se encarregam de reter as partículas sólidas que entram junto com o ar. De tempos em tempos precisamos limpá-los, de preferência no banho, quando fazemos nossa higiene, nunca nas ruas ou na frente dos outros.

É de se imaginar que entram, junto com o ar, vírus e bactérias, também. As mucosas nasais são repletas de microcapilares que servem para aquecer o ar, eliminando assim alguns desses invasores com o calor, mas também para prepará-lo para a entrada nos pulmões, uma vez que nossa temperatura interna é maior que a do ambiente, evitando choques térmicos.

Publicidade

Coriza, espirros, obstrução, pressão nos seios da face e dor, são os sintomas mais típicos dessas afecções no nariz. Porém, além das origens infecciosas, as inflamações podem ter origem alérgica, sendo deflagradas por medicamento, alimento ou substâncias alérgenas, como tinta, perfume, poeira, mofo ou bolor.

Instalada a inflamação, sendo rinite, em três ou quatro dias os sintomas terão desaparecidos, porém se a situação piorar, a inflamação poderá se agravar e atingir mais partes sensíveis da face, tornando-se uma rinossinusite, que pode durar por meses.

É importante saber que o ambiente é um fator primordial na origem dessas inflamações por oferecer abrigo para os principais vetores. São os colchões, travesseiros, cortinas e tapetes, além de bichos de verdade ou de pelúcia, aparelhos que mexem o ar como ventiladores e condicionadores e até os aspiradores que usamos para limpar o chão, mas às vezes deixamos o ar sujo. Para evitar problemas respiratórios é imperioso que se mantenha com total higiene nosso local de morar e de trabalhar.

Publicidade

Sempre limpar com pano úmido os locais que possam reter poeira.

Não podemos esquecer que disfunções emocionais, glandulares ou hormonais também podem eliciar inflamações no nariz. Por isso, não devemos usar descongestionante nasal como se fosse inofensivo brinquedo. Seu uso contínuo e diário trará como sequela a dessensibilização dos receptores olfativos, trazendo grandes prejuízos à vida do indivíduo, que deixará de sentir cheiros e sabores.

Diminuir as causas das inflamações, ou seja, diminuir as origens dos agentes poluidores e armazenadores de poeira é a melhor orientação a ser dada. Limpe sua casa e seu local de trabalho. Exija locais salubres de trabalho e, se necessário, equipamento de proteção individual (EPI). Ninguém é obrigado a trabalhar em um ambiente que mine a sua saúde.

Em caso de apresentar inflamações constantes com os sintomas indicados, não hesite em procurar um médico. Ele poderá dar a ajuda necessária para uma melhor qualidade de vida.