Verão a pleno vapor, cidades batendo recordes de temperatura, muito sol, calor... Essas características certamente lembram a praia, mas também há alguns cuidados essenciais para a saúde durante essa época que você não deve esquecer. Durante o verão, você precisa redobrar a atenção e os cuidados sobre a candidíase. Essa doença se espalha nas épocas mais quentes do ano, época em que as pessoas suam muito e passam a usar biquínis e sungas molhadas ou úmidas por muito tempo.

Essa doença fica mais comum durante o verão porque, ao usar biquínis, maiôs e sungas molhados durante muito tempo, a umidade e o calor favorecem o aumento do fungo responsável pela candidíase, a candida albicans.

Publicidade
Publicidade

Por isso, a primeira e mais importante dica para se prevenir da candidíase é sempre secar bem o corpo.

Esse fungo que provoca a doença, na verdade, está presente em nosso corpo desde o nosso nascimento. E isso não significa que teremos candidíase em algum momento. A doença aparece apenas quando há desequilíbrio no sistema imunológico, que acarreta em defesas corporais mais fracas, provocando o aumento do fungo e infecção. Entre os principais fatores que deixam o sistema imunológico mais baixo estão as alergias, uso de antibióticos e os distúrbios hormonais. 

Além de sempre secar bem o corpo durante o verão, é importante ficar bem atento aos sintomas. É comum visualizar sintomas da candidíase no corpo, se autodiagnosticar com uma simples alergia e, consequentemente, se automedicar erroneamente.

Publicidade

Em geral, as mulheres sofrem mais da doença do que os homens. O motivo é a constituição corporal feminina. Os fungos que provocam a doença vivem em nossa pele, boca, intestino e diversas áreas do corpo. Nas mulheres, entretanto, os fungos também estão presentes nas partes íntimas, favorecendo o aparecimento da doença.

Tratamento

O tratamento contra a candidíase é bastante simples. O paciente deve aplicar pomadas anti-inflamatórias, além de tomar antifúngico com periodicidade. As pomadas servem para amenizar a vermelhidão na pele e a coceira. Isso tudo, claro, deve ser receitado por um médico.

Nesse verão, curta as altas temperaturas se refrescando em praias ou piscinas, mas lembre-se sempre de deixar a saúde em primeiro lugar, se prevenir e ficar atento aos sintomas da candidíase! #Dicas