Veja como o açúcar em excesso provoca o envelhecimento da pele

Parte do que comemos se transforma em glicose, que é a fonte de energia do organismo e a presença do hormônio insulina no sangue é essencial, ela que transporta esse açúcar para dentro das células. Quando esbarra nas proteínas, a glicose não resiste e forma um par. E normalmente, essas ligações são intermediadas por uma enzima que torna o casal muito saudável, mas, se a glicose está em excesso, não há enzima que dê conta de intermediar o encontro, mesmo assim ela insiste em se grudar à proteína - a tal chamada glicação ( processo de soma entre uma proteína e um carboidrato), ou caramelização.

Publicidade
Publicidade

As proteínas carameladas seguem pelo sangue e grudam em outras semelhantes. Então formam-se os chamados AGES, aglomerados pegajosos que aceleram o envelhecimento da pele além de causarem outros danos ao organismo.

O envelhecimento que você não vê

Como já foi dito, os AGES não apenas danificam as estruturas da pele como outros órgãos e tecidos também entram na mira desses aglomerados caramelados, que circulam pelo corpo quando a glicemia está alta. Ao esbarrar nas células da retina, por exemplo, eles costumam causar lesões microvasculares, que aos poucos prejudicam a visão. Em casos graves, acabam em cegueiras. Quando se acumulam nos rins, as AGES interferem em seu funcionamento e aumentam os riscos de insuficiência desses órgãos. As paredes das artérias ficam endurecidas ao entrar em contato com os caramelos - é mais um fator que predispõe os vasos à aterosclerose.

Publicidade

Essa perda de flexibilidade eleva o risco de problemas cardiovasculares.

Fonte da juventude?

Ao esbarrar nos AGES, as fibras de colágeno se tornam duras e inflexíveis, ficam mais finas e as rugas aparecem antes do tempo. Cientistas simularam esse efeito em uma pele cultivada em laboratório. Depois, injetaram nela uma substância chamada aminoguanidina, que criou uma espécie de membrana em volta das proteínas carameladas. Bloqueadas, deixaram de grudar umas nas outras e não formaram mais AGES. A pele deixou de ser agredida, recuperando a firmeza e a elasticidade. #Beleza #Terceira Idade