Muitos casais têm dificuldade de ter filhos e quando notam o problema, procuraram ajuda especializada. Ao ir à consulta é importante informar ao profissional se já fez ou não um tratamento, se faz uso de alguma medicação, dentre outros dados sobre a sua saúde. Isso ajuda em um diagnóstico preciso, para que o especialista possa determinar o tratamento adequado. Ao mesmo tempo, é importante que você não saia com dúvidas da clínica. Veja algumas perguntas que você precisa fazer ao especialista sobre infertilidade.

Dicas de perguntas para fazer ao especialista sobre o tratamento para engravidar

1- Sobre o diagnóstico, faça as seguintes perguntas:

Qual o diagnóstico? Como esse problema pode afetar na minha fertilidade? Há possibilidade de tratamento? A porcentagem de sucesso é grande? As outras pessoas com os mesmos problemas conseguem ter um bom resultado?

Assim como acontece quando você vai a um clínico geral, é importante que você tire as suas dúvidas durante a consulta, para que possa decidir se quer ou não prosseguir com o tratamento.

Publicidade
Publicidade

2- Sobre os exames, procure saber

Por que esses exames que fiz não foram suficientes para que o diagnóstico fosse concluído? Esses novos exames darão um resultado definitivo? Caso não seja, qual a chance de descobrir o que eu tenho? Esse exame traz algum risco? E o meu parceiro (a), fará exames adicionais também ou já é certo de que o problema é comigo?

3- Tratamentos

Esse tratamento é seguro? É eficaz? Há riscos? Qual a chance de dar certo? E não der certo há alternativas? Você precisar fazer uma cirurgia? Por quanto tempo tentaremos esse tratamento antes de tentar a segunda opção? Por que tentar esse protocolo antes?

É importante que você saiba tudo o que pode acontecer e como será todo o tratamento antes de começar para evitar desistência futura.

Publicidade

4-      Sobre casos parecidos com os seus

Pergunte ao médico sobre as experiências anteriores de tratamentos feitos em pessoas que tiveram o mesmo problema que você. Como foi o tratamento com os outros pacientes? Eles conseguiram ter filhos? Esse primeiro tratamento foi efetivo ou tiveram que realizar outros protocolos?

Tire todas essas dúvidas para poder ter a certeza de que realmente quer se submeter a todo o processo e para se preparar caso as primeiras tentativas não deem certo.

5-      Hábitos

Vou ter que mudar algo em meu dia a dia para que o resultado seja melhor? O que devo fazer? Alguma alteração na alimentação? E o trabalho, algo precisará ser alterado?

Pode ser que o médico oriente você a perder peso, ou ter algum processo de reeducação alimentar.

6-      Prognóstico

Quais as reais chances de uma gravidez ocorrer na minha situação?

A resposta não será exata, mas o especialista poderá dar uma perspectiva de sucesso de acordo com o seu quadro e com a experiência vivida por ele.

Publicidade

7-      Valor e plano de saúde

Depois de todas as dúvidas tiradas, pergunte sobre valores e veja o que o plano cobre. O meu plano de saúde cobre esses exames e possíveis tratamentos? Quanto terei que gastar se fizer todo o protocolo? Esse pagamento pode ser facilitado? 

Com essas dicas certamente você escolherá o melhor tratamento. #Família