A industria farmacêutica está com uma novidade que será revelada pelo FDA dos Estados Unidos no dia 9 de Março. De acordo com a Kythera Biopharmaceuticals, que é a responsável técnica da comercialização do medicamento caso seja aprovado, a empresa está cada vez mais ansiosa para mostrar essa novidade. Pode-se dizer que a droga está em alguns estágios finais de teste, e ela seria uma das primeiras injeções aprovadas pelo FDA que contorna, isso mesmo, contorna os queixos duplos.

Funciona da seguinte forma, ela quebra ou destrói as células de gordura sem lesionar nenhum tecido ao redor, e a empresa Kythera diz ainda que o novo colágeno pode se desenvolver na área como resposta natural à eliminação da gordurinha localizada. O maior risco é que as pessoas possam utilizar essa droga para outras finalidades, como por exemplo fora da região do queixo. Esse medicamento entra em ação somente após várias aplicações, sendo que para o resultado satisfatório seria necessário a aplicação de uma quantidade exata na região do queixo.

Essas injeções podem ser aplicadas com intervalos de um mês, isso de acordo com a empresa. Atualmente nos testes clínicos da droga, que é uma versão meio sintética purificada do ácido deoxicólico, foram realizadas de quatro a seis aplicações por injeção em cada participante, e os efeitos colaterais foram muito pequenos e bem temporários.

Caso não saiba, o ácido deoxicólico se forma naturalmente no nosso corpo, ajudando a quebrar gordura ingerida. O site da empresa Kythera ressalta que às vezes dieta e exercícios não são o suficiente para acabar com o queixo duplo e isso é uma coisa que realmente temos que concordar, pois temos que lembrar que exercícios específicos para essa região são difíceis de se fazer.

Um estudo britânico mostra que a maioria dos obesos têm problemas com queixo duplo, e se sentem desconfortáveis com o uso desse termo e da forma que esse assunto é tratado. Por tal motivo a industria farmacêutica tem pensado mais neste público, com produtos focados na perda de peso, bem como roupas, cintas e acessórios pessoais. #Inovação