Partindo do princípio, vamos focar na doença. A cada dia, mais pessoas descobrem que possuem a conhecida "doença celíaca", que é causada pela intolerância ao glúten, proteína encontrada no trigo, aveia, cevada, centeio e seus derivados, como massas, pizzas, bolos, pães, cerveja, uísque, dentre outros. Essa doença provoca dificuldade do organismo em absorver os nutrientes dos alimentos, vitaminas, sais minerais e água.

Como se não bastassem os sintomas causados, tais como diarreia com perda de gordura nas fezes, vômito, dores abdominais, inchaço nas pernas, alterações na pele, fraqueza das unhas, diminuição de fertilidade e sinais de desnutrição, que já são coisas desagradáveis e difíceis de lidar, temos um problema ainda maior: a dificuldade na hora da alimentação.

Publicidade
Publicidade

O principal tratamento é a dieta com total ausência do glúten, pois quando a proteína é excluída da alimentação, os sintomas desaparecem. A doença celíaca não tem cura e, por isso, a dieta deve ser seguida pelo resto da vida. Eis que surge a maior dificuldade: encontrar alimentos livres de glúten, em locais como restaurantes, lanchonetes, padarias, confeitarias e afins, em que seja possível se alimentar de forma segura.

Muitas pessoas pensam que o simples fato de não conter glúten no produto ou seu preparo, torna-o livre da proteína. O que deve ser levado em consideração é a contaminação cruzada. O simples uso do mesmo forno, por exemplo, para assar um produto com glúten e um sem, é o suficiente para intolerantes passarem mal. Claro, cada indivíduo possui seu grau de intolerância, mas todo cuidado é pouco.

Publicidade

Outra dificuldade se encontra com frequência na hora de sair para comer fora. Pouquíssimos estabelecimentos apresentam pratos totalmente livres de glúten. Mas você pode encontrar aqui dicas de estabelecimentos no Rio de Janeiro que servem pratos sem glúten. Ou aqui dicas de lugares em São Paulo que servem pratos sem glúten.

Mesmo com a dificuldade para encontrar estabelecimentos, cada dia mais produtos sem glúten aparecem no mercado, principalmente nas lojas de produtos naturais, confiáveis e totalmente sem glúten. Porém, o preço é bem maior e o gosto, bem "menor".

O ideal é tentar viver bem e preparar seus próprios alimentos, evitando o consumo na rua quando não há estabelecimentos com pratos sem glúten em sua cidade ou em sua região. #Dicas