A Dieta Ravenna foi desenvolvida pelo famoso médico e psicoterapeuta argentino Dr. Máximo Ravenna e está fazendo sucesso pelo mundo todo. A Presidente Dilma perdeu 13 kg em 4 meses com a dieta. É perceptível que a Presidente está mais magra, a dieta funcionou muito bem com ela, porém é preciso ter cuidado ao começar seguir essa dieta.


A Dieta Ravenna é bem restritiva. Nela é adotada uma quantidade baixa de calorias - em média, é permitido ingerir de 800 a 1200 calorias por dia, o que leva o organismo a queimar reserva de gordura. Consiste em basicamente quatro refeições ao dia: Café da manhã, almoço, lanche da tarde e jantar, o que foge um pouco da maioria das dietas que orientam a comer de 3 em 3 horas.


A perda de peso ocorre de forma rápida. As mulheres chegam a perder de 5% a 7% do seu peso ao mês e os homens, de 7% a 10%, o que para uma pessoa de 100 kg significa 7 kg a menos. Seguindo a dieta rigorosamente, é possível perder quantos quilos desejar; Entretanto, é recomendado, além da dieta, trabalhar o corpo com atividade física conforme ocorre a perda de peso, e trabalhar a mente frequentando grupos terapêuticos ao menos duas vezes por semana. É essencial manter um acompanhamento contínuo.


Os alimentos com baixo índice glicêmico recebem uma atenção positiva nessa dieta, pois eles auxiliam no controle a saciedade por mais tempo e ajudam no bom funcionamento do intestino. Alimentos que contém fibras, alimentos termogênicos, proteínas e frutas são recomendados pelo Dr. Máximo Ravenna.


Alimentos que contêm açucares, carboidratos refinados, frituras, doces industrializados e todos aqueles que podem criar uma indesejada ligação entre comer e sensação de prazer devem ser excluídos da dieta, pois causam dependência. 


A dieta exige o que a maioria das dietas exigem: persistência e comprometimento. Quando se começa a ver os resultados, torna-se ainda mais motivador permanecer com a dieta, seja ela qual for, desde que acompanhada por especialistas.


No planalto, além da Presidente Dilma, a ministra de Direitos Humanos, Ideli Salvatti, aderiu à dieta e pretende eliminar 20 kg. O ministro da justiça, José Eduardo Cardozo, também resolveu não brigar mais com a balança e entrou para a dieta - ele já perdeu 5 kg.
#Beleza #Dicas