Com a mudança das estações, do outono para o inverno, é muito comum surgirem sintomas como: dor muscular, febre, dor de cabeça e cansaço, principalmente em pessoas que passam a maioria do tempo em ambientes fechados e mal ventilados. Porém, neste mesmo período, devido as chuvas, entre maio e junho, a dengue também se prolifera e aí vem a dúvida: "Será que estou gripado, resfriado ou com dengue?".

E o pior está aí, pois, nesta confusão, muitas pessoas começam a se automedicar, o que é muito arriscado. Isso porque, os remédios que contêm ácido acetilsalicílico e anti-inflamatórios aumentam os riscos de hemorragias, pois, desestruturam as plaquetas e pioram o estado, se a pessoa estiver com dengue.

Saiba como diferenciar as doenças

Uma boa observação deve ser feita entre uma doença e outra. O resfriado atinge principalmente as vias aéreas superiores (laringe, faringe e nariz) e raramente dá febre - geralmente baixa. Já a gripe pode atacar as vias aéreas inferiores (traqueia e pulmões). Já a dengue, manifesta sintomas pelo corpo todo, mas sem problemas respiratórios, como tosse ou dor de garganta.

Gripe e resfriado são muito parecidos. A gripe é causada somente pelo vírus Influenza, enquanto o resfriado por outros tipos de vírus. Os sintomas do resfriado são: tosse, coriza, dor de cabeça e febre baixa. Já a gripe, além de causar esses sintomas com maior intensidade, também pode causar: mal-estar, dor de garganta, congestão nasal e dor muscular.

No caso da dengue, a pessoa sente dores articulares e musculares intensas e a dor nos olhos é presente, principalmente, com o movimento dos mesmos. A febre costuma durar de cinco a sete dias. Outra característica da dengue é o mal-estar, chegando a causar tonturas, além de diarreia e manchas vermelhas pelo corpo, sobretudo, braços e tórax.

Por isso, pela semelhança das doenças acima, é muito importante que se faça exames para detectar qual o tipo de enfermidade e que esta seja tratada, imediatamente, pois, a demora pode causar a morte.

Como tratar

Nos casos de resfriados e gripe, o tratamento se faz com a ingestão de bastante líquido, além de anti-inflamatórios. Para se proteger da contaminação, é muito importante uma boa higienização. Já nos casos de dengue, o cuidado está com o ambiente ao redor, não deixando água parada, pois, é lá que os mosquitos colocam seus ovos.

Não existe tratamento específico, sendo importante tomar muito líquido para evitar a desidratação. Para as dores e febre, pode ser receitado um medicamento antitérmico, como o paracetamol, sendo indicado, em alguns casos, a internação para hidratação, através de soro. Deve-se evitar medicamentos à base de ácido acetilsalicílico (aspirina) ou que contenham alguma substância semelhante associada, pois, podem causam sangramentos. #Dicas