Adultos que foram amamentados quando bebês tendem a ter maior inteligência, passam mais tempo na escola e ganham mais dinheiro, independentemente da classe social de sua #Família. Estes resultados vêm de um novo estudo realizado fora do Brasil.

Cerca de 3.500 dos participantes do estudo, que agora são adultos de 30 anos de idade, recentemente sentaram-se para fazer um teste de inteligência padrão. Quando os pesquisadores compararam as suas pontuações com outros dados coletados durante os últimos 30 anos, eles encontraram uma correlação positiva entre o sucesso na vida e aqueles que foram amamentados.

Os participantes foram divididos em cinco grupos com base no período de tempo que eles foram amamentados como lactentes.

Publicidade
Publicidade

Os pesquisadores levaram em conta fatores que podem influenciar o QI, como a genética, peso ao nascer, escolaridade dos pais e se a mãe fumou ou não durante a gravidez.

A amamentação em geral, foi apontada como responsável pelo aumento da inteligência, à produtividade escolar e o aumento salarial. O estudo apontou que o efeito sobre a inteligência é provavelmente a partir de DHA, um ácido graxo ômega-3 encontrado no leite materno.

Líder do estudo, Dr. Bernardo Lessa Horta, da Universidade Federal de Pelotas disse:

"Nosso estudo fornece a primeira evidência de que o prolongamento do aleitamento não só aumenta a inteligência, pelo menos até a idade de 30 anos, mas também tem um forte impacto tanto a nível individual e social."

A pesquisa foi publicada na revista The Lancet Global Health

Dr Colin Michie, presidente do Colégio Real de Pediatria e comitê de nutrição da Saúde da Criança, disse: "Tem havido muitos estudos sobre a relação entre a amamentação e QI ao longo dos anos com muitos tendo tido a sua validade contestada...

Publicidade

Este estudo entanto olha para uma série de outros fatores, incluindo a realização de #Educação e renda aos 30 anos, que, juntamente com o tamanho da amostra alta, faz com que este estudo seja muito poderoso. "

"É amplamente sabido que bebês amamentados estão melhor protegidos contra infecções pulmonares e dos ouvidos, correm menos risco de morte súbita infantil e são menos propensos a se tornarem obesos, mas é interessante ver que os benefícios da amamentação por um período prolongado de tempo, não só beneficiam o bebê nos primeiros anos, mas também se traduzem em maior inteligência e habilidade na vida adulta. É importante notar que a amamentação é um dos muitos fatores que podem contribuir para os resultados de uma criança, no entanto, este estudo enfatiza a necessidade de promoção continuada e melhorada da amamentação, finaliza Colin."

Especialistas, no entanto, dizem que existem outros fatores que podem afetar a inteligência e as chances de sucesso de uma criança. Enquanto a amamentação é benéfica, não se traduz necessariamente em maior inteligência para cada criança.