Um surto de toxoplasmose que aconteceu em São Marcos, na Serra do Rio Grande do Sul, foi investigado pelo Ministério da Saúde. O problema ocorreu em janeiro de 2015, mas o relatório final só foi divulgado em abril. De acordo com o documento divulgado, a causa do surto da doença foi a ingestão de carne mal passada.

Ao todo 154 pessoas adoeceram na cidade entre os meses de janeiro e fevereiro. A maioria dos acometidos tinha entre 20 e 39 anos de idade. Porém, no início do ano a suspeita era de que mais de mil pessoas podiam ter contraído a toxoplasmose nessa pequena cidade de aproximadamente 20 mil habitantes.

Saiba como tudo aconteceu

No início do ano de 2015 a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de São Marcos começou a investigar para tentar descobrir a causa do aumento no número de doentes com toxoplasmose, que foi alertado pelos médicos do município.

Publicidade
Publicidade

Para isso, trabalhou em conjunto com o Centro Estadual de Vigilância em Saúde e do Ministério da Saúde e profissionais da Vigilância em Saúde do município.

A população foi orientada que se caso apresentasse algum sintoma que procurasse a Unidade de Saúde. Dentre eles estão a dor nas articulações, febre, sudorese, fraqueza, dor de cabeça e dores musculares e 154 pessoas foram confirmadas com a doença.

Embora popularmente a toxoplasmose seja conhecida como doença do gato, é raro uma pessoa contrair o protozoário causador através do gato, pois para que isso ocorra é preciso que a pessoa "coma fezes do felino". Assim, se a ingestão de fezes de gato for evitada tendo cuidados básicos de higiene como lavar as mãos após limpar a caixinha de areia, por exemplo, adquirir a doença do animal torna-se praticamente impossível.

Publicidade

Contudo, carnes infectadas e que não são cozidas ou assadas de maneira correta e são consumidas mal passadas podem transmitir o toxoplasma e causar um surto como ocorrido São Marcos, na Serra do Rio Grande do Sul. Por isso, o cuidado com os alimentos é de extrema importância para evitar a doença. Ingerir carne bem passada, higienizar bem a verdura e lavar as mãos com frequência são cuidados básicos para que não quer ser acometido pela toxoplasmose. #Viral