O deputado norte-americano Henry Rayhons, de 78 anos, está sendo julgado por ter tido relações sexuais com sua esposa, quando ela já apresentava estágio avançado de Alzheimer. O deputado é acusado de estupro de incapacitado. Rayhons se casou com Donna Lou Young quando os dois já eram viúvos, e tinham mais de 70 anos. No entanto, alguns anos após o casamento, Donna foi diagnosticada com Alzheimer e passou a ter constantes dores de cabeça e pequenos esquecimentos, que foram evoluindo.

Conhecidos narram alguns episódios, que evidenciavam o estado de demência em que Donna se encontrava. Ela teria, por diversas vezes, dirigido do lado errado da rua e, certa vez, colocado uma só meia para lavar na máquina.

Publicidade
Publicidade

Um episódio, no entanto, teria sido o responsável por colocá-la em uma casa de repouso: Donna teria saído de casa com uma camisola que deixava seus seios à mostra.

Com o fato, suas filhas decidiram encaminhá-la a uma casa especializada, sem o consentimento do marido. Médicos e uma das filhas decidiram, ainda, que Donna não possuía mais capacidade de avaliar racionalmente seu desejo de ter ou não relações sexuais.

Rayhons foi notificado da decisão dos médicos, porém, ainda assim, em visita realizada à nova casa de Donna, o deputado teria passado mais de 30 minutos no local e, de acordo com testemunhas, feito sexo com sua esposa. A acusação foi feita pela paciente que dividia o quarto com Donna, que afirmou tê-lo visto fechar as cortinas e ter ouvido barulhos da relação. A esposa de Rayhons faleceu dois meses após o episódio.

Publicidade

Em depoimento à polícia, o deputado assumiu a relação e acabou sendo preso. Sua família, no entanto, questiona a decisão. Eles afirmam que o fato de Donna não estar mais em casa em nada influenciava a relação dos dois, que continuavam se amando, apesar da distância física. Eles ainda afirmaram que acusar como criminoso um marido por manter relações com sua própria esposa, ainda que numa casa de repouso, é "ilógico e antinatural".

O caso levanta questões sobre o sexo de pessoas com demência, assunto pouco discutido em todo o mundo. #Curiosidades