O Diabetes Mellitus (DM) é uma doença metabólica caracterizada pela disfunção na produção de insulina pelo pâncreas.

É muito importante que as pessoas conheçam mais sobre essa doença e entenda como ela age metabolicamente e fisiologicamente.

Em um organismo saudável, o pâncreas exerce a produção da insulina, hormônio secretado pelo pâncreas. A função da insulina é captar as moléculas de glicose que circulam no sangue, levando à sua internalização nas células do corpo. A internalização da glicose promove a sua correta metabolização e obtenção de energia através desta. É um processo indispensável ao correto funcionamento do organismo humano.

Publicidade
Publicidade

A insulina é a principal responsável pelo metabolismo dos carboidratos no organismo. Além disso, a insulina correlaciona-se a outros fatores, hormônios e componentes do organismo, de forma que, se tiver alteração em seus níveis haverá igualmente alterações em outros mecanismos metabólicos e fisiológicos, como por exemplo, no metabolismo do colesterol. Já se sabe que, normalmente, quem é diabético também apresenta outros problemas, como pressão alta, colesterol elevado, entre outros. É uma discussão a ser levada a cabo posteriormente.

O indivíduo diabético apresenta uma anormalidade na função excretora do pâncreas. Se essa anormalidade causa a diminuição da produção de insulina, o individuo apresenta DM do tipo I, mas, se tiver ausência completa de produção de insulina, caracteriza-se como DM do tipo II.

Publicidade

Existem também outros tipos de Diabetes, o Insípidus e o DM gestacional.

O DM do tipo I é hereditário e caracteriza-se pela destruição das células pancreáticas, chamadas células beta. Essa destruição das células beta dá-se por um processo autoimune, no qual o sistema imunológico do organismo ataca as células do pâncreas. Assim sendo, o indivíduo com DM I será insulino-dependente, querendo dizer que estará condicionado ao uso de insulina exógena (aquela que não é produzida pelo próprio organismo).

Já DM do tipo II não é hereditário e o indivíduo não precisa fazer uso de insulina exógena, salvo em caso de descontrole e de não adesão ao tratamento. Nesse tipo de diabetes há a produção normal de insulina, porém não há a correta internalização da glicose nas células.

Hoje em dia, predomina o DM II, causado por outros problemas funcionais e metabólicos, entre eles a obesidade. #Educação #Curiosidades #Medicina