A revista New Scientist declarou que o Dr. Sergio Canavero vai anunciar em uma conferência em junho deste ano, um projeto para fazer o primeiro transplante de cabeça humana possível em 2017. De acordo com Canavero, graças a medicina moderna, os principais obstáculos para o sucesso da cirurgia já podem ser superados e com outros avanços tecnológicos, até 2017, o procedimento poderia estar pronto.

O italiano Canavero se tranquiliza apesar da forte oposição dos colegas, afinal, o transplante de cabeça não é sem precedentes. O primeiro transplante documentado remonta por volta da década de 1950 e foi conduzido pelo cientista soviético Vladimir Demikhov, que enxertou a cabeça de um filhote de cachorro para um corpo de um cão diferente.

Publicidade
Publicidade

Já em 1970, o cirurgião norte-americano Robert J. White, inspirado no trabalho de Demikhov, realizou um transplante de cabeça entre dois macacos. Nenhum dos dois animais sobreviveram por mais de 10 dias.

Apesar do otimismo, muitos críticos têm descrito os planos de Cavanero como "pura fantasia", entretanto, Canavero acredita que a técnica desenvolvida por ele contorna as dificuldades sentidas pelos cientistas Demikhov e White.

Opinião dos cientistas

Richard Borgens, diretor do Centro de Paralisia Research na Universidade de Purdue, na Índia, disse que a cirurgia de Canavero não oferece garantias de que obterá sucesso. O Dr. Harry Goldsmith, professor clínico de cirurgia neurológica da Universidade da Califórnia, em Davis, disse: "Este é um projeto tão esmagador...a possibilidade de isso acontecer é muito improvável.

Publicidade

Entretanto, eu não acredito que ele nunca irar funcionar."

Outros médicos expressaram a preocupação de que isso poderia despertar nas pessoas o desejo desenfreado de trocarem seus corpos por razões estéticas.

Finalizando a entrevista com a New Scientist, o Dr. Canavero disse: "Se a sociedade não quer isso, não vou fazê-lo. Mas, se algumas pessoas nos EUA ou na Europa, não querem, isso não significa que o procedimento não possa ser realizado em outro lugar. Eu estou tentando ir com isso da maneira certa, mas antes de ir para a lua, você quer ter certeza as pessoas vão seguí-lo." #Inovação