A meditação é uma prática muito antiga e com diversas variações. Você com certeza já deve ter ouvido falar sobre, mas pode ter dúvidas sobre sua eficácia para melhorar seu humor, sua saúde e qualidade de vida. 

As pesquisas científicas já comprovaram que a meditação é eficaz para controlar as mudanças de humor, estabilizar altos e baixos emocionais e atenuar a depressão e ansiedade.

Dentre as pessoas que mais podem se beneficiar da prática estão aquelas que enfrentam algum evento difícil ou grande mudança em suas vidas, como a mudança ou perda de emprego, perda de um ente querido ou tratamentos de doenças graves, como a quimio ou radioterapia.

Publicidade
Publicidade

Um recente estudo da universidade americana Carnegie Mellon revelou que 25 minutos de meditação por dia, durante três dias, é o suficiente para diminuir a quantidade dos chamados "hormônios do estresse" na circulação sanguínea, como o cortisol, o que já contribui muito para nos sentirmos mais calmos, confiantes e menos estressados.

A meditação também tem se mostrado eficaz em programas de gerenciamento de raiva, o que fez com que muitas penitenciárias e centros de reeducação juvenil passassem a adotar programas do tipo. As mudanças também podem ser notadas em pacientes que lidam com o estresse pós-traumático, como vítimas de violência. 

Como começar a meditar? Pode inscrever-se em um curso em sua cidade, caso não haja um , há outras formas, com comprar um livro de meditação para iniciantes ou se inscrever em um programa do tipo em um estúdio de ioga perto de você (a meditação é um dos pilares da prática de ioga).

Publicidade

Se preferir testar sozinho antes de se inscrever em um curso, experimente o seguinte:

- Encontre um lugar seguro, na sua casa ou ao ar livre, em que você não seja incomodado por cerca de 15 minutos. De preferência ao ar livre, na praia ou no campo, em um parque ou no jardim de casa.

- As melhores horas para meditar são o nascer e o pôr do sol. Evite as horas de calor intenso do dia.

- Forre um tapete no chão e encontre uma almofada em que possa se sentar, cruze as pernas e mantenha-as em contato com o chão. Os quadris precisam estar mais elevados, cerca de 7 cm, acima dos joelhos, para que a coluna possa se manter ereta sem esforço.

- Verifique se seu corpo está confortável e faça os ajustes necessários para isso. Relaxe os ombros, o pescoço, a boca. Ponha as mãos sobre as coxas relaxando os braços. Você também pode unir o dedo indicador e polegar das duas mãos, para estabilizar ainda mais a energia.

- Feche os olhos e comece a prestar atenção na sua respiração.

Publicidade

Um bom exercício é contar respirações. Inspire e conte mentalmente: "um". Expire e conte: "dois", inspire e conte "três", e assim por diante, até chegar a dez. Se perder as contas, comece novamente.

- Quando relaxar um pouco mais profundamente, escolha um mantra, que pode ser apenas uma palavra, como "calma", "paz" ou "saúde", e procure passar cinco minutos respirando calmamente e concentrando-se em seu mantra. Deixe que outros pensamentos passem pela sua mente, não tente suprimi-los (lembre-se de que é impossível fazer a mente "parar" de pensar).  

 - Após os cinco minutos, junte as palmas das mãos na frente do peito e agradeça a si mesmo por ter dedicado tempo ao seu bem-estar. #Dicas #Comportamento