Alguns alimentos são considerados por muitos médicos e nutricionistas, como proibidos durante a gravidez.

Entre eles estão:

- Alimentos Diet e Ligth ou qualquer alimento que contenha adoçantes artificiais, como o caso da maioria dos medicamentos, não se sabe ao certo sobre os efeitos que a ingestão desses alimentos sobre a formação do bebê, por isso, seu consumo deve evitado, a menos que a mãe seja diabética, ainda assim, pede-se que seu consumo seja o menor possível e a mãe deve buscar alimentos livres de adição de açucares para manter o controle sobre a diabete ;

- Bebidas Alcóolicas - Não se sabe ao certo os malefícios que a ingestão de bebidas alcoólicas podem causar ao o bebê, porém é unânime entre os médicos e nutricionistas de que a bebida deve ser evitada ao máximo. Alguns obstétras dizem sobre o bom senso e chegam a liberar uma dose de vinho ou cerveja ocasionalmente. Até o momento, o que se tem confirmado é o risco do bebê nascer com síndrome alcoolica fetal. Crianças nascidas com essa síndrome sofrem de atraso tanto físico como mental, comprometimento de crescimento e distúrbios de comportamento, e apresentam malformações cardíacas e na face.

- Chás de Boldo ou Hidraste - porque podem aumentar as contrações uterinas, aumentando o risco de aborto ou parto prematuro. Além de outros chás (conforme tabela abaixo) que não são indicados já que ainda não há comprovação científica de que são seguros para usar durante esse período.

- Alimentos Crus de origem animal, Carnes e Ovos mal passados (Como comida japonesa, gemadas, doces com ovos crus, leites e derivados não pasteurizados...) já que esses alimentos podem conter Salmonella, que pode causar gastroenterite, Toxoplasma Ghondi, que pode causar problemas de formação no bebê e outras bactérias que podem ser prejudiciais para a saúde, como a bactéria que causa a listeriose, que é uma doença que pode provocar aborto, parto prematuro e infecções no bebê, como meningite.

Outra forma de evitar a Toxoplasmose é não ingerir frutas com cascas e vegetais mal lavados.

Nesse momento tão especial, em que você está gerando uma vidinha, todo cuidado é válido, não é mesmo? Então, na dúvida, sempre consulte o seu médico! #Educação #Culinária #Maternidade