Você sabia que pode ter diabetes ou estar a caminho de adquirir a diabetes 2? Muitas pessoas estão nesta situação e não sabem. Muitas delas apresentam um quadro de pré-diabetes sem saber. São pessoas que estão tendo mais uma oportunidade de fugir de um mal que causa muitos problemas para as pessoas que o adquirem.

Além do que, isto não é privilégio de ninguém. Ela pode atacar indiscriminadamente. Logo ocorre a primeira pergunta: como saber se estou com pré-diabetes ou ela já se instalou? Vá correndo e procure seu/sua endocrinologista. Será pedido um exame de sangue e, se verificar que seus níveis de glicose no sangue se encontram mais altos que o normal, você é catalogado como um doente pré-diabético.

Publicidade
Publicidade

Mas nem tudo são más notícias. O tratamento neste estágio pode regredir o nível de glicose do sangue a níveis normais e afastar o risco. Caso resolvido. Parece fácil, mas não é. Veja se você é capaz de cumprir com as recomendações médicas.

Os que mais devem se preocupar são indivíduos da raça negra, os latinos em geral, os asiáticos e a população da "melhor idade" (termo incompreensivelmente cunhado por algum incorrigivel otimista). Faça seus testes de A1C, FPG e TotG. Não se preocupe em saber o que eles são (é coisa de médico). Pronto seu metabolismo estará desvendado aos olhos de seu consultor de saúde (pena que não existam mais os médicos de família). No primeiro olhar ele já sabe. Para pacientes mais observadores, a nuvem que irá passar por seus olhos, a coceira no nariz, ou a piscada mais frequente, logo lhe revelarão a situação.

Publicidade

Se você pensa que é independente (algo impossível em um mundo gregário tal qual o nosso) vá até o site da Associação Americana de Diabetes e faça o autoteste. Precisa entender do idioma de Shakespeare (aquele do Romeu e Julieta). Você logo saberá se está a caminnho do ponto ou já embarcou no trem que pode o levar para um local onde é comum que os pacientes sofram a amputação de órgãos causados por necrose, cegueira, lesões renais e outros problemas menos votados (em alguns momentos é preciso ser drástico). Alguns logo pensam "naquela doença", mas isto é apenas uma atemorização necessária.

Lembre, o estado de pré-diabetes pode ser tratado. Basta mudar a dieta e fazer exercícios. Alguns (sorrindo disfarçadamente) ressoam: tranquilo, mais fácil que isto, só se tirar doce de criança (o que não se deve fazer, principalmente os pré-diabéticos). 30 minutos de exercícios diários, com redução de 10% no peso, são auxiliares que podem afastar para longe o risco da diabetes total.

Não invente regimes malucos.

Publicidade

Aquele do repolho já deixou alguns na penúria. Consulte seu nutricionista. Comece a frequentar a academia da esquina. Um indicativo para tranquilizar. Apenas 11% das pessoas com pré-diabetes adquire diabetes 2 (aplique-se e entre nesta estatística pelo lado positivo). Há uma série de sintomas que podem indicar possibilidades de ocorrência. Se apresentar qualquer destes sintomas deve dirigir seus passos diretamente para um consultório médico. Ajude seu médico a evitar uma grave doença responsável por tantos problemas e sofrimentos. #Medicina